Agricultor e população ganham com a 'Quarta é Feira'

Aparecido trabalhando com a enxada em sua lavoura

Agricultor e Valinhos ganham com a 'Quarta é Feira'

O suporte público à agricultura familiar foi um dos caminhos apontados pela Casa da Agricultura de Valinhos para manter a nova geração no campo. Por isso, a Prefeitura criou a nova feira do agricultor, a 'Quarta é Feira', que começa dia 20 de setembro no CACC Adoniran Barbosa. A produção dos sítios e chácaras da cidade estará à disposição da população, direto de quem planta.

Todas as quartas-feiras, o feirão será entre 18 e 22 horas. A ideia da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Turismo é aumentar o rendimento dos produtores de Valinhos criando um espaço para comercialização da produção local e incentivando a diversificação de alimentos.

Em cada pedacinho de terra, uma plantação. Pode ser de quiabo, tomate-cereja, abobrinha ou ainda vagem.  “O importante é ter várias culturas, para que o agricultor não fique à mercê de apenas uma espécie”, explicou Luciana Maria Liboni Passos, diretora do Departamento de Apoio à Agricultura, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

 

Exemplos - Um exemplo é Márcio da Silva Teixeira, que planta em cada trecho de seu sítio uma espécie de alimento. “Estou gostando do tomate-cereja. Mas não vou ficar apenas nisso. Ao lado dos pés de goiabas, comecei a fazer hortas”, disse o agricultor, que cuida sozinho da terra.

José Eduardo Ribeiro é outro que está trabalhando duro. Em cada espaço de seu sítio tem uma plantação. O importante também é que, além da diversificação, ele fez um programa de plantação.  Quando uma cultura está na fase final, ele já está se organizando para uma colheita de outra espécie. “Agora, acabamos de colher as abobrinhas. Vamos dar início a colheita de vagem. E já estou preparando a terra para receber uma plantação de quiabo”, ressaltou Zé Eduardo.

 

Atração - Para deixar o ambiente ainda mais alegre, a Casa da Agricultura pretende levar música e artesanato para a população. O encontro será uma atração à parte das noites da cidade. Com a solidificação da Quarta é Feira na área central, a Prefeitura pretende levar a iniciativa aos bairros.

“A Prefeitura conta com a população de Valinhos na ‘Quarta é Feira’ para ajudá-la a cumprir o papel de abrir novos horizontes para uma classe tão sacrificada em nosso país, o pequeno produtor rural”, ressaltou Wilton Borges, secretário de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Turismo.

Agricultores dão lição de vida na agricultura familiar

A agricultura de Valinhos será valorizada

Um exemplo do esforço da Casa da Agricultura para segurar a nova geração na terra é do jovem Leandro Sequetto, de 32 anos. O trabalhador chamou a família para uma conversa e convenceu a todos a investir no sítio no Macuco. “Minha família entendeu que pode sobreviver da terra. E agora eles estão empenhados para que o nosso trabalho cresça”, explica Leandro.

O agricultor atuava na indústria quando o seu pai teve um problema de saúde. “Deixei a empresa para ajudar o meu pai. Agora, o convenci a inovar no sítio. Fiz e estou fazendo cursos para levar a tecnologia para a terra. Logo, estarei com a minha marca em todo o lugar. Por isso, diversificamos a produção”, explica Leandro.

Um recomeço também marca a vida de Aparecido Felix de Oliveira, de 59 anos. Ele não tem recursos para comprar o trator que tanto precisa. Mas não esmorece. Com a enxada na mão, ele sonha alto. “Vou ser um grande produtor. Tenho certeza. Pode demorar um pouco, mas vou vencer trabalhando na terra”, explica o agricultor.

“Quem ganha é Valinhos. Queremos manter as famílias nas áreas rurais e que possam crescer com a agricultura. A população recebe produtos de qualidade direto do produtor. O ciclo se fecha e todos saem ganhando”, disse o prefeito Orestes Previtale.