Aulas são suspensas dia 23 e devem voltar dia 22 de abril

Medida é de restrição de convívio e estudantes devem permanecer em suas casas

Em função do decreto de Estado de Emergência de Saúde, publicado na segunda-feira (16), e das novas medidas para combater a pandemia de coronavírus, as aulas da Rede Municipal de Ensino serão suspensas a partir da segunda-feira (23) e cerca de 11.600 alunos deverão ficar em casa.

A medida atinge todas as escolas municipais, desde os Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs), as creches municipais, inclusive as creches contratadas, Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) de ensino infantil e fundamental.

“Tomamos a medida que cabia a nós tomarmos, mas agora é importante que os pais façam a parte deles e entendam que se trata de uma medida de restrição de convívio social e que conversem com seus filhos para que não saiam de casa”, disse o professor Zeno Ruedell, secretário de Educação.

Ao longo desta semana a Secretaria de Educação orientou, através de sua rede interna, todos os diretores, coordenadores e professores sobre as medidas que estão sendo adotadas e os procedimentos a serem realizados.

De acordo com o Decreto de Emergência em Saúde, o retorno às aulas está previsto para o dia 22 de abril.  Na tarde desta quarta-feira (18), o secretário de Educação, professor Zeno Ruedell, após reunião no Gabinete do Prefeito, informou que nesta quinta-feira (19) um novo decreto estará sendo publicado normatizando a situação relacionada aos servidores da educação.

No período em que as aulas estarão suspensa, os servidores que atuam nas unidades escolares, na direção, coordenação, professores, administrativo e merendeiras, estarão dispensados da presença. Contudo, a direção da escola deverá destacar e escalar duas pessoas que deverão permanecer de plantão para situações de emergência.

“Importante lembrar que não é férias e que todo período sem aula será reposto”, destacou o professor Zeno. Segundo ele, a reposição será definida pela Secretaria da Educação, com fundamento na legislação.

As medidas foram acordadas em uma reunião convocada pelo prefeito Orestes Previtale Júnior na manhã desta segunda-feira (16) com o Grupo de Trabalho Especial do Coronavírus, que inclui representantes da Saúde e de diferentes secretarias municipais. A rede particular foi orientada a adotar as mesmas medidas.

18/03/2020