Campanha contra o sarampo tem início nesta segunda em Valinhos

Programação foi dividida em dois períodos, para crianças e para jovens 

Foi iniciada nesta segunda-feira (7) a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. A programação da campanha em 2019 foi dividida em dois períodos. De 7 a 25 de outubro a vacinação é voltada para crianças de 6 meses até a véspera de completar 5 anos. A segunda fase será entre 18 a 30 de novembro, para adultos de 20 a 29 anos.
 
O Dia D de vacinação também foi dividido em duas datas, no dia 19 de outubro para as crianças e no dia 30 de novembro para os adultos. Nesses dois sábados, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Valinhos estarão abertas para realizar especificamente a imunização contra o sarampo.
 
O sarampo chegou a ser considerado erradicado no Brasil, mas o País voltou a registrar casos a partir de 2016. A Região Metropolitana de Campinas (RMC) vive atualmente um surto da doença, o que reforça a importância da vacinação como arma mais eficaz de prevenção.
 
Valinhos possui sete casos positivos de sarampo, 12 casos notificados que foram descartados porque o exame deu negativo e 64 notificações à espera dos resultados do exame. Há outros três casos positivos notificados em Valinhos, mas os moradores são de Campinas, onde é registrada a estatística.
 
O Município tem a vacina contra o sarampo disponível em todas as UBSs, independentemente da campanha. Segundo a diretora de Saúde Coletiva de Valinhos, Cláudia Maria dos Santos, menores de 29 anos devem tomar duas doses da vacina e os maiores de 29 anos, uma dose. "Os maiores de 29 anos também podem continuar procurando as UBSs mesmo durante a campanha e serão vacinados. A pessoa que não tiver comprovação ou não se lembrar se tomou a dose deve se vacinar, já que a vacina é a medida mais eficaz de combate ao sarampo, a rubéola e caxumba", disse.
 
A campanha tem como principal objetivo colocar em dia a caderneta de vacinação das crianças e vacinar jovens que ainda não estão imunizados. “Para a campanha, os pais e responsáveis são os atores sociais mais importantes no processo de controle dessa doença e devem comparecer aos postos de saúde com suas crianças, levando a carteira de vacinação para avaliação e registro”, finalizou Cláudia.

O calendário regular de vacinação prevê duas doses da vacina, aos 12 meses e 15 meses. Desde o início do surto, o calendário foi antecipado para 6 meses. A vacina aos 6 meses não substitui as doses que devem ser tomadas novamente aos 12 meses e 15 meses. No caso de crianças que já tomaram as duas doses regulares da vacina, aos 12 e 15 meses, não é necessário vacinar novamente. 
 
Confira abaixo os horários de cada Unidade Básica de Saúde de segunda a sexta-feira:
 
UBS Maracanã – das 9h às 10h30 e das 13h às 15h
Rua Pedro de Lucca, 285. Telefone: 3869-3377
 
UBS Bom Retiro – das 8h30 às 10h30 e das 13h às 15
Estrada dos Ortizes, 16. Telefone: 3871-5364
 
UBS Paraíso – das 9h às 10h30 e das 13h às 15h
Rua das Acácias, s/n º. Telefone: 3869-3977
 
UBS Vila Itália – das 9h às 11h e das 13h às 14h45
Rua Alexandre Pedroni, 137 – Castelo. Telefone: 3829-4278
 
UBS Jardim Imperial – das 9h às 11h e das 13h às 15h
Rua Campinas, 633. Telefone: 3871-3131
 
UBS Reforma Agrária – das 9h às 11h e das 13h às 15h
Núcleo Reforma Agrária, s/nº. Telefone: 3881-2611
 
UBS Jurema – das 9h às 10h45 e das 13h às 15h
Rua José Salles Pupo, 71. Telefone: 3869-3222
 
UBS São Bento – das 9h às 11h e das 13h às 15h
Rua Itajaí, 70. Telefone: 3869-9443
 
UBS São Marcos – das 9h às 11h e das 13h às 15h
Rua Três, s/nº. Telefone: 3869-2002
 
UBS Parque Portugal – das 9h às 11h e das 13h às 15h
R. Abrantes, 550. Telefone: 3849-3634
 
UBS Frutal – das 9h às 10h30 e das 13h às 15h30
Rua Julia Lovisaro Vicentini, 2.100. Telefone: 3859-1721
 
UBS Macuco – das 9h às 11h e das 13h às 15h
Rua Valdemar Lazaretti, s/nº. Telefone: 3881-2336
 

07/10/2019