Canteiro central da Joaquim Alves Corrêa ganha estacionamento

Calçamento interno será feito em bloquete; obra integra projeto de duplicação da avenida

Depois da construção das galerias de águas pluviais, do acerto e nivelamento da pista sentido bairro-Centro, a Avenida Joaquim Alves Correa começou esta semana a receber guias, sarjetas e acerto do canteiro central em dois trechos, próximo à nova ponte do Córrego Ponte Alta e em frente ao campo do Jupa, onde também está sendo construído com bloquetes um bolsão de estacionamento.

“No trecho próximo à ponte, estamos finalizando as guias e sarjetas e o próximo passo será a colocação da capa asfáltica”, afirmou o diretor do Departamento de Infraestrutura Urbana da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, engenheiro José Antônio Francisco Alves. As obras são realizadas pela empresa Oestevalle, contratada pela Prefeitura através de licitação para finalizar a primeira etapa da duplicação da avenida.

A colocação da capa asfáltica depende da redução das chuvas, segundo Alves. De acordo com ele, o solo não pode estar encharcado para receber o pavimento. “Com o clima melhorando em mais alguns dias, será possível colocar o revestimento e realizar a com conclusão desse trecho”, disse.

Alves explicou que a obra no canteiro central em frente ao Centro Esportivo Eledir Rosa de Amorim (Jupa), no Jardim do Lago, também faz parte do trecho. O calçamento interno será feito em bloquete e o local ganhará um bolsão de estacionamento. “A construção do canteiro central faz parte do trecho que envolve a duplicação da Avenida”, afirmou.

Mão dupla

Enquanto as equipes trabalham para finalizar o trecho entre a Rua Antonio Geraldo Capovilla e a empresa Crivellaro com a construção da ponte sob o córrego Ponte Alta, a pista no sentido bairro-Centro e o canteiro central, a Secretaria de mobilidade Urbana transformou em mão dupla de direção a pista da avenida no sentido Centro-bairro.

Nesse trecho, os motoristas precisam ficar atentos, pois, além do tráfego intenso de veículos nos dois sentidos, há entrada e saída de veículos de moradores do Jardim do Lago e Ponte Alta.

 

13/02/2020