Chuva deixa Valinhos em Estado de Atenção

Valinhos está em Estado de Atenção por causa das chuvas dos últimos três dias, que atingiram 116,3 milímetros. Só na última quinta-feira (3), foram 78,7 milímetros em cerca de três horas. As informações são da Defesa Civil.

O Estado de Atenção ocorre, segundo a Defesa Civil, quando a quantidade de chuva ultrapassa 80 milímetros em período de 72 horas.

Não houve feridos e ninguém foi desabrigado ou desalojado. Também não há registro de quedas de árvores. Foram registrados cinco pontos de alagamento na quinta-feira. Em todos os locais, o trânsito foi liberado logo depois da chuva. São eles:

- Avenida Invernada, no cruzamento com a Rua Campos Salles;

- Avenida dos Estados, na Vila Santana;

- Rua Dr. Antônio Bento Ferraz, em frente ao Colégio Etapa;

- Rua Professor Ataliba Nogueira, em frente ao Fórum;

- Rua Antonio Carlos, no Centro.

As fortes chuvas também provocaram a queda de uma placa de gesso do forro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas. Houve também falta de energia por alguns minutos, mas o atendimento não foi prejudicado.

Nesta sexta-feira (4), as equipes da Secretaria de Obras e Serviços passaram o período da manhã cuidando da limpeza dos pontos alagados. Equipes de Mobilidade Urbana também ajudaram na organização do trânsito nas regiões mais atingidas.

“Foi uma chuva considerável e tivemos alguns alagamentos. Mas não houve a necessidade de remover ninguém ou de interditar nenhum imóvel. Foi muita água para pouco tempo”, disse Eduardo Mathias, diretor da Defesa Civil.

Nesta sexta-feira, agentes da Defesa Civil monitoraram as áreas de riscos localizadas nos bairros Bosque dos Eucaliptos, Parque Portugal e Pinheirinho. “Na região do Pinheirinho, onde tivemos apoio do pessoal da Secretaria de Assistência Social, o rio subiu e acabou entrando em algumas casas, nós estivemos lá ontem, mas não foi preciso remover ninguém”, explicou.

No bairro Lenheiro, a terra do empreendimento imobiliário Sodalita foi levada pela força da água, invadiu casas e se espalhou por algumas ruas. A empresa responsável foi notificada pela Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente e tem o prazo de 15 dias para providenciar a conteção no terreno da obra. A partir de segunda-feira, a Prefeitura vai monitorar o cumprimento da determinação. A empresa informou que providenciou a limpeza das casas e da rua nesta sexta-feira. 

De acordo com o CEPAGRI/Unicamp, a previsão é de tempo instável até o próximo domingo, com chuvas principalmente à tarde, podendo ocorrer temporais em qualquer localidade.