Conselho aprova a liberação de R$ 1,5 milhão para Santa Casa

O Conselho Municipal de Saúde aprovou nesta terça-feira (16) a liberação de R$ 1.535.000,00 para a Santa Casa de Valinhos.

Os recursos são oriundos de emendas parlamentares e serão utilizados pelo hospital para ampliação do número leitos de UTI para covid-19, além da compra de insumos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Parte dos recursos ainda será destinada para pagamento de salários para profissionais da área de saúde que atuam no hospital e são fundamentais nesse momento de crise.

A liberação de recursos de emendas segue uma série de requisitos burocráticos e normas, entre elas a apresentação de um plano detalhado de aplicação das verbas.

Parte desses trâmites foi finalizada no começo do mês de junho, o que permitiu a realização da reunião desta terça-feira, que terminou com a aprovação da liberação dos recursos.

O encontro ocorreu na Sala Ivan Fleury Meirelles, no Paço Municipal, mas parte dos conselheiros participou de forma remota, de suas casas, pela internet. A capacidade da sala está reduzida a 20 pessoas durante a pandemia, como forma de garantir a segurança das pessoas presentes.

A estimativa é de que os recursos sejam liberados ainda nesta semana para a Santa Casa.

Estiveram presentes, além do presidente do Conselho, Edvaldo Alcântara, o secretário de Saúde, Luiz Carlos Fustinoni, o vereador Israel Scupenaro, a diretora da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura, Claudia Maria dos Santos, e o superintendente da Santa Casa, Fernando Pozzuto.

Novos leitos

A Prefeitura de Valinhos recebeu nesta terça-feira cinco respiradores para equipar UTIs hospitalares para tratamento da covid-19. Os equipamentos vieram do Governo do Estado de São Paulo e foram entregues diretamente para a Santa Casa, que é o hospital contratado pelo Município para atendimento de casos de coronavírus pelo SUS.

Com isso, e com a liberação dos recusos das emendas, a Santa Casa vai poder ampliar, já nos próximos dias, a capacidade de leitos de UTI para a covid-19. Dos atuais 22 leitos disponíveis, o hospital vai passar a oferecer 27. A ampliação acontece no momento em que a capacidade da UTI do hospital chega ao limite. Nesta terça-feira, todos os 22 leitos para pacientes do SUS estão ocupados.

O aumento da capacidade de atendimento de casos mais graves é o terceiro feito pelo hospital desde o início da pandemia. O atendimento foi iniciado com 12 leitos em abril, passou para 16 em maio e atingiu 22 na semana passada. Agora, vai a 27.

Ao todo, a cidade tem ainda outros 20 leitos para UTI destinados à covid-19 no hospital Galileo, que só atende internações particulares ou por planos de saúde privados. No total, Valinhos vai passar a ter 47 leitos de UTI para a covid-19.

Nos últimos dias, a curva de casos confirmados e mortes teve aumento preocupante, segundo avaliação dos técnicos da Secretaria da Saúde.

Em apenas 15 dias do mês de junho, os números dobraram. Em 31 de maio eram 8 mortes e 174 casos confirmados.

Nesta terça-feira, a Secretaria da Saúde confirmou 2 mortes e 38 novos casos de covid-19 na cidade. Com isso, o total de mortes chegou a 16 e os casos confirmados atingiram o total de 359.

16/06/2020