Corpo de Voluntários da Defesa Civil se reúne dentro da Operação Verão

A Defesa Civil de Valinhos, ligada à Secretaria de Defesa do Cidadão da Prefeitura, reunirá nesta segunda-feira, dia 13, seu Corpo de Voluntários. O objetivo é definir as ações para prevenir ocorrências relacionadas às chuvas dentro da Operação Verão iniciada no último dia 1º e que prosseguirá até o dia 31 de março de 2011. A reunião será às 19h30, no Paço Municipal. O corpo possui cerca de 50 integrantes e foi criado em maio deste ano pelo prefeito Marcos José da Silva (PMDB), uma iniciativa pioneira na RMC (Região Metropolitana de Campinas). Seus membros recebem treinamento básico sobre o papel da Defesa Civil, tanto na prevenção de desastres e catástrofes, quanto no socorro e assistência às vítimas.
Além do Corpo de Voluntários, integram a Operação Verão coordenada pela Defesa Civil, representantes de secretarias municipais ligadas a COMDEC (Coordenadoria Municipal de Defesa Civil) e presidida pelo vice-prefeito, eng. Moysés, e do PAM (Plano de Auxílio Mútuo), que reúne empresas, secretarias municipais e Corpo de Bombeiros no atendimento de ocorrências de grande porte.
Eng. Moysés ressalta a importância do apoio de todas as áreas envolvidas na Operação Verão. “É relevante a participação de todos nas ações preventivas coordenadas pela Defesa Civil e que estejamos bem preparados para atender as necessidades dos nossos munícipes em situações de emergência, principalmente nesta época de chuvas fortes”, diz.

Outras ações
Segundo o diretor do Departamento de Coordenadoria de Defesa Civil, Eduardo Matias, todas as secretarias representadas na COMDEC recebem diariamente os boletins meteorológicos divulgados pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil. Além disso, são repassadas informações sobre chuvas e ventos fortes registradas pelo radar meteorológico do IPMET (Instituto de Pesquisas Meteorológicas) da UNESP (Universidade Estadual Paulista) “Júlio de Mesquita Filho” acessado diretamente pela Defesa Civil.
“Cada uma destas secretarias tem sua importância dentro de um sistema de resposta em situações de emergência, como definição de abrigos, meios de transportes, assistência às famílias, atendimento médico, e de procedimentos que necessitam de respaldos jurídicos e técnicos, como suporte às ações da Defesa Civil”, explica Matias.
Também faz parte da programação da Defesa Civil, dentro da Operação Verão, a realização de palestras em escolas, empresas e associações de bairros para orientar sobre riscos de ocorrências durante o verão, como incidências de raios, afogamentos e doenças que podem ser adquiridas pelo contato com a água da chuva, entre elas a leptospirose provocada pela urina de rato.