COVID-19: Valinhos se prepara para vacinação de idosos acima de 80 anos

Nesta semana, a cidade concluiu mais uma fase de vacinação, com 677 idosos vacinados entre 85 e 89 anos

A Prefeitura de Valinhos, por meio do departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, já se planeja para mais uma etapa de vacinação, os idosos acima de 80 anos contra a Covid-19. A cidade, que já vacinou 1286 idosos acima de 85 anos, aguarda a liberação de um novo lote de doses da vacina que, segundo o Governo Estadual, deve ser liberado já na próxima terça-feira, dia 23, lote este exclusivo para a vacinação dos idosos acima de 80 anos.

“Esperamos que o Governo Federal continue atuando para viabilizar a chegada e a produção de mais vacinas e que a distribuição ocorra o mais breve possível para que novos lotes cheguem rapidamente aos municípios. Em Valinhos, estamos na expectativa de poder cumprir o programa de vacinação para todos os grupos prioritários e população em geral”, disse a prefeita Capitã Lucimara.

Valinhos desponta como o segundo município do ranking na RMC (Região Metropolitana de Campinas), entre as 20 cidades, com o maior índice de imunização na Campanha Nacional de Vacinação Contra a Covid-19. Está atrás apenas da metrópole Campinas, com um percentual de 3,51% do total da população imunizada (cálculo comparativo do dia 15/02 pelo site do Governo do Estado) desde que a vacinação teve início no município, em 21 de janeiro, um dia após o recebimento do primeiro lote de vacinas.

Desde que a vacinação começou em Valinhos foram vacinados 1.286 idosos, sendo acima de 90 anos (358 doses), em idosos entre 85 e 89 anos (677 doses) os que vivem nas 10 instituições de longa permanência do município, que são as casas de repouso (251). Estes últimos foram os primeiros a serem imunizados, em 23 de janeiro, e, do total, 210 já receberam a segunda dose da vacina.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, há 265 doses restantes para serem aplicadas. Destas 123 são para complementar a vacinação dos idosos entre 85 e 89 anos que não puderam se vacinar esta semana e que a partir da semana que vem podem agendar um horário na Vigilância Epidemiológica pelos números de telefone 3829-5680 e 3829-5676. O restante, 89, são para as segundas doses aos profissionais da saúde da linha de frente e 53 para idosos acamados.

19/02/21