Drive thru arrecada 2 toneladas de alimentos e itens de higiene

Ainda foram arrecadadas quase 3 mil peças de roupas e sapatos na ação social “Conexão Solidária”

Duas toneladas de alimentos, produtos de limpeza e higiene e quase 3 mil peças de roupas foram arrecadados no fim de semana em Valinhos na ação social “Conexão Solidária”, realizada pela Prefeitura e pelo Fundo Social de Solidariedade, em parceria com a EPTV. As doações foram feitas no sistema drive thru, no sábado (25) e domingo (26) no Parque Municipal, na Festa do Figo.

Durante o fim de semana, dezenas de carros passaram pelo drive thru, entre as 8h e 17h, na campanha “Todos juntos no combate ao coronavírus”. O trabalho contou com o apoio de voluntários da Prefeitura. Eles recolheram dos carros os produtos, que serão destinados ao Fundo Social e Solidariedade para o atendimento emergencial às famílias cadastradas no órgão.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade e primeira-dama, Renata Previtale, destacou que os produtos são higienizados e separados para serem destinados a famílias emsituação de vulnerabilidade cadastradas.

Para facilitar o transporte do que foi arrecadado no Parque Municipal até nossa a sede, fizemos no próprio Parque uma pré-seleção com a separação dos produtos em caixas”, disse Renata. Ela agradeceu a contribuição de todos os que participaram da ação para contribuir com as famílias mais vulneráveis neste período de pandemia do coronavírus.

Doação de peso

Entre os itens recebidos na ação social, uma doação de peso, vinda de pequenos moradores do bairro Lenheiro, chamou a atenção. Adolescentes e crianças do condomínio Mirante do Lenheiro, com o apoio dos pais, arrecadaram 130 quilos de alimentos, que foram entregues no sábado no drive thru.

O bancário e morador do Mirante do Lenheiro, Danilo Gottardo, elogiou a iniciativa dos jovens colaboradores. “Essa preocupação deles em ajudar o próximo neste momento sem precedentes que estamos passando pode fazer a diferença para os mais necessitados”, afirmou.

Segundo Gottardo as crianças percorreram casas do condomínio, usando máscaras, e arrecadaram vários alimentos perecíveis e produtos de higiene, além de roupas usadas.

A adolescente Pietra Gallassi contou que a ideia surgiu entre ela e a amiga Catarina, que resolveram avisar outros adolescentes. “Passamos de casa em casa pedindo os alimentos”, contou. A adolescente Marina Gottardo disse que é preciso dar exemplo para que mais pessoas ajudem quem precisa.

 

27/04/2020