Exército simula reintegração de posse na Estrada do Roncáglia

Tropa ficará na cidade até dia 24 e promoverá Ação Cívica Social nesta quinta-feira 

A 11ª Brigada de Infantaria Leve (11ª Bda Inf L), do Exército Brasileiro, sediada em Campinas, promoveu nesta quarta-feira (22) uma simulação de reintegração de posse, parte do treinamento que a tropa realiza na cidade até dia 24. Promovido na Estrada Municipal do Roncáglia, o exercício teve como finalidade condicionar a tropa na manutenção da ordem e controle urbano. Na simulação, foram utilizados a tropa de choque, bombas de efeito moral e veículos apropriados, como um ônibus preparado.

Para o coronel Vinicius Labruna Rodrigues, responsável pelo treinamento na cidade, o exercício atingiu seus objetivos. “Foi muito bom. Foi possível avaliar a disciplina da tropa e suas percepções. O rendimento foi acima da média”, classificou. Ele agradeceu a cooperação da cidade na promoção de exercícios práticos realizados pelas ruas de Valinhos, além da Ação Cívica Social, que ocorrerá nesta quinta-feira (23) durante o dia, em frente ao Paço Municipal.

O exercício tinha a finalidade de conter supostos moradores que invadiram uma área para pressionar politicamente em favor de uma organização criminosa. Durante o treinamento simulado, foi ateado fogo em sofás e outros objetos, com lançamento de fogos de artifícios, e os manifestantes gritavam protestando contra a presença da tropa. “Hoje é a aplicação prática do treinamento teórico, que é ministrado por semanas”, explicou o tenente do Exército Carlos Menezes Filho.

A atuação da tropa iniciou a operação de controle de distúrbios, com o uso da tropa de choque, acompanhada de um ônibus preparado para esse tipo de ação. A tropa dispersou manifestantes, enquanto o ônibus lançou jato d’água para controlar e apagar o fogo, além de manter uma visão tática dos manifestantes. 

A simulação contou ainda com um micro-ônibus, utilizado para a detenção de eventuais manifestantes, e um pequeno trator para a retirada dos objetos que impediam a circulação de veículos no local. A equipe estava paramentada para a situação tipicamente urbana, portando armas, capacetes e coletes.

GCM

Equipes da GCM (Guarda Civil Municipal) de Valinhos também acompanharam o treinamento. “É uma oportunidade de adquirir mais conhecimentos no controle de distúrbios, com a troca de informação sem custos para o Município”, afirmou o secretário de Segurança Pública e Cidadania, coronel Carlos Prestes.

Estiveram presentes na simulação o prefeito Orestes Previtale; o general de Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, do Comando Militar do Sudeste; o general André Luis Novaes Miranda, comandante da Segunda Divisão do Exército; o coronel Jose Augusto Bognoni Lós Reis, chefe do Estado Maior da 11ª Brigada de Campinas; e o coronel Vinicius Labruna Rodrigues, comandante da 2ª Infantaria Leve de São Vicente. Participaram do exercício as tropas de Pindamonhangaba, Jundiaí e São Vivente, com o total de 435 militares.

Treinamento e Ação Cívica Social

A 11ª Brigada de Infantaria Leve é uma das Forças de Emprego Geral do Exército Brasileiro e tem como missão constitucional a garantia da lei e da ordem. Segundo o comando, o exercício em Valinhos, que começou dia 19, é importante para a preparação constante e a prontidão permanente para o cumprimento de sua missão. A atividade se estende até esta sexta-feira (24).

O treinamento ocorre nas ruas da cidade, com patrulhamento motorizado, a pé, operações de busca e apreensão e operações de cerco. O treinamento é previsto no calendário anual.

A Ação Cívica Social será realizada nesta quinta-feira (23), entre 8h e 18h, com exposição de dois canhões, um jipe e um caminhão-oficina. Terá ainda brincadeiras com crianças, como pula-pula, cama elástica e outros. Contará ainda com a participação do Zoonose da Prefeitura, divulgando informações sobre doenças como dengue, DST e outras, e o Instituto Embelleze promoverá gratuitamente corte de cabelos. Haverá desfile militar às 16h.

 

22/05/2019