Fiscalização eletrônica do trânsito tem início na segunda

Período de testes foi ampliado devido ao atraso do Inmetro e Ipem em aferir equipamentos

A Prefeitura de Valinhos dará início na madrugada desta segunda-feira (1º) à operação efetiva de todos os pontos do sistema de controle eletrônico de fiscalização de trânsito da cidade. A Secretaria de Mobilidade Urbana ampliou a fase de testes até domingo (30) devido ao atraso do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e do Ipem (Instituto de Pesos e Medidas) nas aferições do sistema, que são necessárias para que ele entre em operação com a precisão exigida.
 
Os motoristas tiveram mais de um mês para se adaptar ao novo sistema, já que a primeira fase de testes foi iniciada no dia 20 de maio. Por conta da alteração da data efetiva da operação dos radares, todas as infrações registradas neste período foram desconsideradas.
 
O sistema está dividido em quatro grupos, sendo 19 radares de velocidade fixos, seis de controle de avanço em sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestres, quatro para avanço de sinal vermelho e velocidade e três lombadas eletrônicas.
 
O Consórcio Valinhos Vias, formado pelas empresas Shempo Indústria e Comércio e Talentech Tecnologia, foi o vencedor de um processo licitatório e será responsável pela prestação de serviços de fiscalização eletrônica.
 
Os radares da Rodovia Francisco Von Zuben em ambos os sentidos e da Rodovia Guilherme Mamprim, na altura do portal de Valinhos e próximo ao Colégio Etapa, estão sob jurisdição do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), do governo estadual.
 
“O sistema está aferido e pronto para operar efetivamente em Valinhos. A fiscalização ainda é a maneira mais eficiente para a redução dos acidentes de trânsito nas cidades. Só serão autuados aqueles que desrespeitarem a lei”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Mauro Haddad Andrino.
 
Desligamento noturno

Os equipamentos eletrônicos de controle de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixas de pedestres estão desativados desde o início do mês de junho entre 22h e 6h, para maior comodidade dos motoristas. Com isso, não serão aplicadas multas por esses dois tipos de infração dentro desse horário.
 
A Prefeitura também instalou placas em toda a cidade informando a fiscalização eletrônica, com os limites de velocidade, e do desligamento do sistema de avanço de sinal e faixas no período noturno.
 
A legislação de trânsito atual não exige a instalação de placas informando fiscalização eletrônica, apenas sinalização indicando a velocidade máxima das vias a até 100 metros do sistema de controle eletrônico. Mas a Prefeitura entendeu que seria mais cômodo para os motoristas a sinalização indicando a fiscalização e também o horário em que ela estará desligada, o que ocorrerá somente nos semáforos. 

Clique neste link para conferir a localização e velocidades dos equipamentos

 

28/06/2019