Funap doa 6 mil máscaras para a Assistência Social de Valinhos

A Secretaria de Assistência Social de Valinhos recebeu nesta sexta-feira a doação de 6 mil máscaras da Fundação Professor Dr. Manoel Pedro Pimentel (Funap), do governo estadual, para serem distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade e risco social da cidade. 

Segundo a secretária de Assitência Social, Dulce Maria de Paula Souza, parte das máscaras será encaminhada às unidades de atendimento da Secretaria, os quatro Centros de Referência de Assistência Social e (CRAS) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), para serem entregues às famílias atendidas.

"O CREAS faz visitas domiciliares e vai entregar as máscaras a esses moradores", comentou Dulce. Ela explicou que a Secretaria ainda está avaliando outras ações para que as máscaras cheguem às pessoas que precisam. 

Segundo a secretária, a distribuição das máscaras é muito importante neste momento da pandemia. "A orientação é para que todos permaneçam em suas casas o máximo possível. Mas caso seja necessário sair, é importante que todos estejam conscientes de que usar a máscara é indispensável", comentou Dulce.

A secretária acrescentou que a doação vem em muito boa hora, para que as famílias em situação de vulenrabilidade e risco social possam reforçar a proteção. "A máscara evita que o contágio da doença seja ainda mais acelerado, protege quem está usando e também as pessoas ao redor. Temos de estar alertas e nos cuidar", afirmou.

Dulce lembrou que as máscaras são confeccionadas por internos do sistema penal do Estado, numa ação importante de ressocialização e valorização dessa população. "Eles fazem para vender e fizeram essa doação a Valinhos. Temos muito a agradecer à Funap", disse.

A Funap  é vinculada à Secretaria de Estado da Administração Penitenciária que conta, atualmente, com 175 estabelecimentos penais, com uma população de, aproximadamente, 230 mil presos. A Fundação tem como objetivo contribuir para a inclusão social de presos e egressos do sistema penitenciário, desenvolvendo seus potenciais como indivíduos, cidadãos e profissionais.

 

26/06/2020