Fundo comemora 22 anos com chá beneficente que reuniu mais de 300 pessoas

fundo_solidariedade_22anos    O Fundo Social de Solidariedade de Valinhos promoveu nesta quarta-feira, dia 27, na Villa Flor Eventos, o 2º Chá Beneficente que marcou os 22 anos de fundação da entidade e teve como objetivo angariar fundos para seus projetos sociais. Os mais de 300 participantes puderam se divertir durante a tarde de lazer com bingo e sorteio de vários brindes, além de saborear um delicioso cardápio composto por chás, sucos, bolos e tortas. Também foram oferecidos no evento variedades de peças confeccionadas por alunos dos cursos de artesanato e corte e costura do projeto de capacitação profissional e geração de renda e emprego do Fundo, roupas em um brechó, pães e biscoitos que puderam ser adquiridos pelos participantes.

    Além dos convidados, participaram do chá a presidente do Fundo e primeira-dama, dra. Adriana Di Nardo Silva; Terezinha Moysés, esposa do vice-prefeito, eng. Moysés, e a coordenadora regional do Fussesp (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo), Daniela De Cássia Santos, responsável pela coordenação dos Fundos das regiões de Campinas e Vale do Paraíba, e que no chá representou dona Lú Alckmin, presidente do Fundo Estadual e primeira-dama do Estado. Daniela esteve em fevereiro deste ano em Valinhos e conheceu todas as ações do Fundo realizadas a partir de 2005, na administração do prefeito Marcos José da Silva.

"Esse evento vem confirmar o sucesso de todo o trabalho que a dra. Adriana e sua equipe tem feito frente ao Fundo Social de Valinhos, que é referência em todos os seus projetos e ações para os demais órgãos do Estado de São Paulo. Tenho levado, para outras regiões, a experiência de Valinhos, como impressos de calendários de eventos e planos de trabalho. O Fundo daqui é um modelo a ser seguido. O órgão está no caminho certo e já tem projetos que estão sendo lançados pelo Fundo Social de São Paulo. Um deles é o da escola de Moda, que aqui já existe há muito tempo", disse a coordenadora, se referindo aos cursos de corte e costura e introdução à moda. Esses cursos integram o projeto de capacitação profissional e geração de renda e emprego, que formou cerca de 4.700 pessoas em mais de 80 cursos gratuitos.

    A presidente do Fundo fez questão de agradecer a presença de todos os convidados, da colaboração dos comerciantes pelo oferecimento de prendas para o bingo e de alimentos servidos no chá. Ela ressaltou ainda a parceria com o Departamento de Apoio à Agricultura da Prefeitura que, por meio de um curso de padaria artesanal realizado em conjunto pelo Fundo, SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Sindicato Rural, destinou todos os pães para serem vendidos no evento.

    Dra. Adriana também ressaltou o espírito de solidariedade da equipe de voluntários do Fundo que ajudou na organização do espaço e preparo dos alimentos, além do apoio dos proprietários da Villa Flor, Margarida e Luiz Rodrigues. "O Fundo tem um importante trabalho junto à comunidade e esperamos fazer novas parcerias", disse Luiz.

    Dando sequência aos agradecimentos, Dra. Adriana destacou em nome do Fundo e do prefeito Marcos, o empenho de todos para a realização do chá no dia em que o Fundo comemorou seus 22 anos. "Tenho o privilégio de ter sido a primeira presidente do Fundo, quando foi criado na primeira gestão do prefeito Marcos em 1989, e de ser presidente por três mandatos que juntos somam 12 anos. Acredito que com ações voluntárias, quem ganha é cada um de nós que contribui para melhorar a nossa cidade", comentou dra. Adriana, ao lembrar que o órgão tem desde 2005 realizado uma série de eventos e parcerias para venda de produtos. Entre eles, a participação com espaços na Festa do Figo e Expogoiaba, promoção da Festa Italiana e os estandes no Shopping Valinhos em períodos comemorativos, como Dias das Mães e Natal.

 

Bons momentos

    A comerciante Regina Abraão fez questão de estar presente no evento. "Vim no chá do ano passado também. Além de ser um bom momento de lazer e de conversar com as amigas, acho importante participar, pois assim contribuo com as ações do Fundo", disse. As voluntárias do órgão também fizeram questão de participar. "Hoje estou ajudando a servir as mesas. Mas faço tudo o que for possível enquanto voluntária. Reservo dias na semana só para trabalhar nas ações e somos muito unidas", contou Maria de Lourdes Fiorini, de 67 anos, há 5 anos voluntária do órgão.

As amigas Izolina Alves da Cunha e Maria de Lourdes Marcon Bianchim, de 66 e 73 anos respectivamente, são voluntárias do Fundo desde 2005 e também não abriram mão de ajudar. Elas fizeram juntas mais de 2 mil unidades de crustilli durante dois dias para serem vendidos no chá em prol das ações do órgão. "Faço questão de ajudar e é de coração", disse Izolina. "Eu também. É um grande prazer e em troca ganho felicidade", falou Maria de Lourdes.