Fundo forma mais mulheres em curso de empregada doméstica

     O Fundo Social de Solidariedade de Valinhos formou na manhã do último dia 7, sábado, 11 mulheres que participaram da capacitação de empregada doméstica. A cerimônia de entrega de certificados foi na Casa do Adolescente, com a presença do prefeito Marcos José da Silva, da primeira-dama e presidente do Fundo, dra. Adriana Di Nardo Silva, e da gerente administrativa e financeira do Centro de Atividades Sociais do SESI Campinas (Serviço Social da Indústria), entidade responsável por ministrar o curso, Maria Angélica Luiziari Teixeira.
     Esta foi a segunda turma de empregada doméstica formada pelo órgão dentro de seu projeto de capacitação profissional e geração de renda que desde 2005 já beneficiou cerca de 3.600 pessoas em mais de 50 cursos gratuitos, entre eles o Programa de Inclusão Digital, Corte e Costura, Padaria Artesanal, Confeitaria, Organização de Armários, artesanato e culinária.
      Dra. Adriana explicou que o objetivo de promover as capacitações em empregada doméstica é atender a demanda de oferta de trabalho, além da necessidade de oferecer um melhor preparo para estas profissionais, muitas já empregadas. “Temos compromisso e transparência no nosso trabalho de capacitação e queremos que todos tenham sucesso profissional”, falou às formandas. 
     A presidente disse que o programa de geração de renda é uma das ações do Fundo que tem buscado a melhoria da qualidade de vida da comunidade. “Dentro da proposta da administração do prefeito Marcos, o Fundo ultrapassou, a partir de 2005, a linha do mero assistencialismo com o investimento em projetos de capacitação profissional que já deram bons frutos. Há casos de ex-alunos que conseguiram uma melhor colocação no trabalho depois de participar do programa de Inclusão Digital, que já formou mais de duas mil pessoas, ou que montaram seu próprio negócio depois de fazer o curso de Padaria Artesanal”, conta a presidente.

Conteúdo
     As aulas foram realizadas em oito sábados, nos meses de setembro e outubro, no período da manhã, em três módulos: habilidades básicas, que trata sobre o papel profissional e social do empregado doméstico, além de dicas para entrevista de emprego, apresentação pessoal e padrão de qualidade no serviço; habilidades específicas, que aborda entre outras coisas planejamento, organização e administração dos serviços; habilidades de gestão que ensina sobre cidadania e previdência social, além de noções de sindicalismo e cooperativismo.