GCM de Valinhos opera com novo sistema digital na prevenção da criminalidade

A GCM (Guarda Civil Municipal) de Valinhos passará a operar a partir deste mês com novo sistema de comunicação digital visando a prevenção da criminalidade. Trata-se do Infocrim (Sistema de Informações de Ocorrências Criminais) da SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado de São Paulo. Na última sexta-feira, dia 26 de novembro, o secretário municipal de Defesa do Cidadão, Ruyrillo Pedro de Magalhães, recebeu na sede da Guarda a visita do coordenador da CAP (Coordenadoria de Análise e Planejamento) da SSP, Tulio Kahn. O encontro foi pautado pela troca de dados sobre o sistema, cujo processo de implantação foi iniciado em abril deste ano.
A aprovação da adesão do município ao Programa Rede Intragov, que integra as redes de comunicação das secretarias e órgãos do Estado e consequentemente a permissão de acesso ao sistema eletrônico de informações e mapeamento criminal, é resultado de pedido feito pelo prefeito Marcos José da Silva ao então governador José Serra, em 2009. Marcos foi comunicado da aprovação da adesão em abril pelo sub-secretário da Casa Civil, Rubens Cury.
Segundo o secretário Ruyrillo, Valinhos é uma das cidades pioneiras da região neste processo de modernização. A partir do acesso ao Infocrim, será possível a Prefeitura desenvolver programas municipais de prevenção ao crime e a violência, além de atingir outras metas, como  aprimoramento do munícipe, seja ele, criança, adolescente ou idoso, por meio de atividades sócio-culturais, educacionais, esportivas de lazer e participação da comunidade local, nos projetos sociais a serem implementados.

Infocrim
O uso da informática no combate ao crime está se disseminando no Brasil. Um exemplo é o pioneiro Infocrim, em funcionamento desde outubro de 1999 e desde então em constante aprimoramento. O sistema eletrônico de informação possibilita a interligação de Distritos Policiais na cidade e no estado de São Paulo e mapeia digitalmente os dados estatísticos da criminalidade, viabilizando um processo mais rápido e preciso de tomada de decisão e o planejamento estratégico de ações preventivas.
Capaz de detectar com precisão um mapa dos índices de violência, o Infocrim deve ser estendido este ano pelo Governo do Estado de São Paulo para todos os 645 municípios paulistas. Desenvolvido pelo Grupo de Tecnologia da Informação da Secretaria de Estado da Segurança Pública e pela Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), o Infocrim registra as informações dos boletins de ocorrência feitos nas delegacias. O banco de dados central é atualizado automaticamente a cada duas horas com dados como local, horário, modo de agir e outras particularidades. Desenvolvido para uso na internet, o aplicativo exibe as ocorrências policiais sobre um mapa, fornecendo precisão até o nível de rua e possibilitando gerar "mapas do crime”, com variáveis como região, bairro, natureza da ocorrência e tipo de vítima.