GCM de Valinhos realiza treino tático israelense de tiro

Guardas também aprenderam técnicas de Krav Maga para desarmamento 

Componentes da Guarda Civil Municipal (GCM) de Valinhos estiveram no último domingo (19) no Centro de Treinamento Tático da Companhia Brasileira de Cartuchos, em Ribeirão Pires, para realizar o treinamento específico de Técnicas de Tiro Israelense, sistema de Tiro Tático Israelense (TTI), desenvolvido e refinado durante anos de conflitos armados. A corporação teve acesso a outros ensinamentos, como técnicas de Krav Maga para desarmamento de oponente com arma de fogo e arma branca.

“A nossa Guarda Civil Municipal está cada vez mais treinada para oferecer mais segurança aos nossos munícipes”, adiantou o secretário de Segurança Pública e Cidadania, coronel Carlos Roberto Prestes. Segundo ele, a técnica foi consolidada na luta contra o terrorismo e baseada na experiência acumulada dos profissionais em situações de combate e resgate de reféns.

De acordo com a TTI, é considerado o uso de armas com segurança e sem acessórios especiais, mantendo como seu conceito principal o uso de posições básicas (manobras naturais) e pontaria por instinto (pelo dedo indicador), visando precisão na atuação sob pressão e neutralização rápida do oponente. “O TTI é uma técnica extremamente prática e eficaz para uma situação de violência nas áreas urbanas”, disse o secretário.

As principais características são a praticidade, com uso de manobras naturais e instintivas; a simplicidade, uma vez que se baseia em uma única posição padrão; e rapidez, com apontamento pelo dedo indicador sem uso das miras. Também é considerada segura, já que utiliza a arma desengatilhada, permitindo melhor empunhadura; eficiente, com o tiro dado com os dois olhos abertos, permitindo ampla visão do campo; e, por último, eficaz, baseada na norma de combate “Sempre para Frente” (avanço).

Os GCMs de Valinhos ainda puderam colocar em prática outros ensinamentos, como técnicas de instruções de segurança, conhecimento da arma, suas partes e a checagem operacional e as posições padrão e o método do tiro (apontamento) instintivo, além das técnicas de Krav Maga para desarmamento de oponente com arma de fogo e arma branca.

Também foi possível treinar o saque rápido, tiro com uma e duas mãos, e tiro com a mão fraca, o tiro em pé, de joelho, tiro em posições de giro (para 360º), eletivo em vários alvos e ângulos, recargas rápidas e falhas. O treinamento incluiu o tiro após esforço físico intenso e prolongado, sob pressão, técnica de parada e tiro após andar ou correr, tiro de barricadas, exercícios e simulações operacionais.

 

24/05/2019