Guarda de Valinhos tem dois novos membros: Pandora e Jade

Fêmeas foram integradas ao Canil da GCM, que é referência em toda a região 

A Guarda Civil Municipal de Valinhos (GCM) ganhou dois novos integrantes, Pandora e Jade. Pandora tem dois anos e é uma pastora holandesa. Jade, a caçula, pastora belga malinois, tem quatro meses de idade. As duas fêmeas foram integradas à trupe do Canil da GCM, que é referência em toda a região e tem outros quatro integrantes, na faixa dos cinco anos. 

Pandora já começou a ser treinada, há duas semanas, para atuar no policiamento em áreas públicas, em atividades que exigem proteção, abordagem e localização de entorpecentes. Jade ainda está na fase das brincadeiras, voltadas para a socialização ao cotidiano do treinamento da GCM. "O treinamento é mais rígido e geralmente começa com um ano de idade", explicou o supervisor do Canil da Guarda, Aparecido Ignácio. 

Segundo Ignácio, Pandora foi adquirida pelo município e Jade, doada por um criador de Sumaré. Elas dividem o Canil com os pastores belgas malinois Dara e Hunter, a labradora Puca e o rottweiler Euro. Os cães têm uma rotina diária de treinamento no período da manhã. À tarde, saem para o policiamento, sempre acompanhados de dois guardas. 

"Eles são parceiros de viatura, a gente acaba pegando amor pelos animais", explicou Ignácio. De acordo com ele, os cães geralmente estão aptos para o policiamento até os dez anos de idade. Depois disso, são doados ou permanecem sob os cuidados da GCM. 

O Canil da GCM de Valinhos promove treinamento de outros canis de Guarda Civis Municipais e já recebeu vários prêmios em campeonatos. "Dificilmente há um farejador melhor que Hunter na região", garantiu o secretário de Segurança Pública de Valinhos, Carlos Prestes.

O Canil também desenvolve atividades junto a escolas e comunidades de Valinhos, de apresentação dos animais, o Dogshow. Segundo Ignácio, escolas e outros interessados devem entrar em contato com a CGM para solicitar e agendar a demonstração.

Novo Canil 

O Canil da Guarda está de mudança. Hoje funciona em uma área do Parque Municipal Monsenhor Bruno Nardini, mas novas instalações estão sendo construídas na sede da GCM, no Bom Retiro. "Estamos construindo uma nova estrutura completa, com todos os cuidados necessários e área de treinamento, muito mais confortável", explicou Prestes. 

A previsão é de que os animais sejam transferidos para a nova casa até o final deste ano. "É importante que os cães estejam junto da tropa, facilita o controle e os cuidados, sem que seja necessário deslocar equipes", explicou o secretário. 
 

 

31/10/2018