Índice de chuva em três dias é o mesmo esperado para todo o mês

A quantidade de chuva registrada em Valinhos entre a última sexta-feira (30/11) e domingo (2/12) foi a mesma que normalmente ocorre em todo o mês de dezembro. Com isso, a cidade entrou em Estado de Atenção, segundo informações da Defesa Civil.

Ao todo, nos três dias, foram 117,4 milímetros, contra média entre 120 e 200 milímetros esperada para todos os 31 dias de dezembro somados. Essa média é baseada na quantidade de chuvas dos anos anteriores.

Somente no sábado (1/12) foram registrados 55,5 milímetros de chuva na cidade, a maior parte entre o final da tarde e o começo da noite. Os dados são da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC).

Tamanha quantidade de água provocou alguns pontos de alagamento, além de transtornos, como a queda de parte do forro da UBS do São Marcos, que ficou fechada durante o dia de ontem para reparos, e o acúmulo de água no túnel da Vila Santana.

Um problema causado por queda de galhos de grande porte no telhado do prédio da Secretaria da Saúde, na Rua Clóvis Bevilacqua, provocou infiltração e goteiras. A água atingiu parte dos medicamentos armazenados no local. Funcionários da Saúde estão fazendo um levantamento das perdas e servidores da Secretaria de Obras estão trabalhando para reparar o telhado.

Equipes da Defesa Civil e de diversas secretarias da Prefeitura passaram o dia nesta segunda-feira consertando problemas provocados pela chuva. As ações devem continuar durante os próximos dias até que tudo esteja funcionando normalmente. 

Segundo a Defesa Civil, o Estado de Atenção é fruto de uma grande quantidade de chuva em período de 72 horas (três dias), de acordo o protocolo adotado pelo órgão. Como não choveu em boa parte desta segunda-feira (3/12), a expectativa é de que o Estado de Atenção seja revertido para Estado de Observação, um nível abaixo, nesta terça-feira (4/12). 

(03/12/2018)