Isolamento volta a cair e atinge 48% na segunda (27) em Valinhos

A taxa de isolamento social em Valinhos voltou a cair na segunda-feira (27) e atingiu 48% dos moradores da cidade.

O índice é 10 pontos percentuais menor do que o registrado no domingo (28), quando a taxa de isolamento chegou a 58% na cidade.

A taxa ideal, segundo o Governo do Estado, é de 70%. Durante a última semana, o índice ficou em torno de 48% em quase todos os dias em Valinhos. Desde o início da quarentena no Estado, no dia 22 de março, a média registrada em Valinhos é de 54%.

De acordo com os números apresentados pelo Sistema de Monitoramento Inteligente, a adesão dos valinhenses é maior aos fins de semana.

Nos dias 28 e 29 de março, sábado e domingo, a taxa foi de 59% e 61%, respectivamente. Nos dias 4 e 5 de abril, 61%e 60%; nos dias 11 e 12, 55% e 59%; no final de semana passado, dias 18 e 19, e no feriado prolongado, dias 20 e 21, os índices registrados foram de 54%, 60%, 51% e 58% respectivamente.

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades maiores de 70 mil habitantes, que podem ser consultados no link https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/isolamento. O sistema é atualizado diariamente com dados relativos ao dia anterior.

O SIMI-SP é viabilizado por acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Governo de São Paulo possa consultar informações sobre deslocamento no Estado. As informações são aglutinadas e anônimas, sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

A Secretaria de Saúde do Município orienta que os moradores que puderem devem ficar em casa. Nos casos em que for necessário sair, seja para trabalhar ou alguma outra atividade, como ir ao supermecado, a orientação dos técnidos da Saúde é para que as pessoas usem máscaras de proteção facial.

Além disso, as pessoas devem dar atenção especial para a higienização pessoal, lavando as mãos com frequência e utilizando álcool em gel quando isso não for possível. OUtra recomendação é para evitar aglomerações e manter distância segura de pelo menos um metro e meio de outros indivíduos.

 

28/04/2020