Morre aos 99 anos Laudo Natel, homenageado em Valinhos

Primeiro viaduto construído no Município, na década de 70, que mudou significativamente o trânsito, tem o nome do ex-governador

Laudo Natel, ex-governador do estado de São Paulo, que dá nome ao primeiro viaduto construído em Valinhos, morreu na manhã desta segunda-feira (18) aos 99 anos. Ele completaria 100 anos em setembro.

O ex-governador foi homenageado por Valinhos ao dar nome ao primeiro viaduto da cidade, com extensão de 240 metros, que inovou o trânsito do Município na época, criando uma importante ligação entre a área central e a região da Vila Santana.

O Viaduto Governador Laudo Natel começou a ser construído em setembro de 1973, na administração do ex-prefeito Arildo Antunes dos Santos, com verba do Governo Estadual, quando Laudo Natel era o governador e autorizou as obras, que duraram três anos e quatro meses.

O Viaduto, inaugurado em 29 de janeiro de 1977, marco na história de Valinhos, completará 47 anos do início de sua construção em setembro. 

O sistema viário implementado na década de 70 já era moderno e continua presente na rotina dos moradores da cidade e de outros municípios que circulam por Valinhos. Segundo dados da Secretaria de Mobilidade Urbana, em horários de pico circulam em média 1,7 mil veículos por hora em cada sentido do Viaduto Laudo Natel.

Natel foi eleito vice-governador do estado em 1962, por uma chapa independente, e assumiu o governo do estado por duas vezes durante o período da ditadura militar: entre 1966 e 1967, quando substituiu o então governador Ademar de Barros, cassado pela ditadura militar, e entre 1971 e 1975, quando foi eleito de maneira indireta pelo colégio eleitoral. Ele também era ex-presidente do São Paulo Futebol Clube.

 

18/05/2020