Obras do novo CREAS está em ritmo acelerado no B. Esperança

Projeto foi retomado após ter sido abandonado pela construtora

As obras do novo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de Valinhos, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social, está em ritmo bem avançado, com conclusão prevista para o começo de 2019. O prédio fica ao lado da Casa dos Conselhos, na Rua 31 de Março, s/nº, na Vila Boa Esperança.

A construção é um convênio da Prefeitura com o governo federal, Caixa Econômica Federal, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Os trabalhos foram retomados depois que a construtora inicialmente contratada abandonou o projeto. Umanovalicitação foi aberta e a empresa RW Engenharia assumiu o projeto. 

Essa é uma das várias obras que, quando o prefeito Orestes Previtale assumiu a Prefeitura, em janeiro de 2017, apresentava problema, pois a empresa que venceu a licitação simplesmente abandonou os trabalhos, alegando falta de pagamento. 

“Após o processo de contingenciamento e austeridade financeira em nosso primeiro ano de governo, reavaliamos a situação e, em função do estágio da obra, optamos por retomá-la, entendendo que os serviços prestados pelo CREAS são de grande importância para a comunidade”, explicou o prefeito Orestes. 

O novo CREAS está sendo construído em área de 450 metros quadrados, da Prefeitura, e terá 216,60 metros de construção. O Valor total da obra é de R$ 399.549,80, sendo que R$ 246.166,84 são do convênio firmado com o Ministério e R$ 153.381,96, contrapartida do município.

Segundo a área de engenharia da Secretaria de Obras e Serviços, responsável pela fiscalização e medição das fases de construção, cerca de 75% das obras do novo CREAS estão executadas e o cronograma está dentro do prazo.

“Esse equipamento irá proporcionar melhores instalações aos profissionais que prestam serviços de atenção à violação de direitos e que hoje atuam em prédio alugado, próximo ao Almoxarifado Municipal”, disse a Secretária de Assistência Social, Dulce Maria de Paula Souza.

O CREAS oferece serviços especializados e continuados a famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos, como violência física, psicológica, negligência, abandono, situação de rua, trabalho infantil, práticas de ato infracional, fragilização ou rompimento de vínculos, afastamento do convívio familiar, violência sexual. O atendimento será feito a famílias e indivíduos que vivenciam violações de direitos.

O CREAs executa ainda o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), o Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC).

Segundo a secretária, a equipe atual do CREAS é composta por três assistentes sociais, três psicólogas, um coordenador, dois monitores, um administrativo e uma zeladoria. “Quando as novas instalações estiverem prontas, essa mesma equipe será transferida para o novo prédio e continuará prestando serviços para toda a comunidade”, explicou.

 

23/11/2018