Obras no Campo do Bom Retiro vão garantir acessibilidade

O Campo do Bom Retiro, Estádio Eugênio Franceschini, em Valinhos, está passando por uma série de obras que incluem melhorias nos vestiários de jogadores, no acesso ao Estádio, adequações no campo de futebol e das arquibancadas, construção de sanitários, acessibilidade. As reformas são coordenadas pela Secretaria de Esportes e Lazer e contam com a parceria da iniciativa privada.

Segundo o secretário Paulo Sabioni (Periquito), as obras tiveram início há dois meses e estão em fase avançada, com previsão de entrega para os moradores a partir de setembro.

“São obras de adaptação necessárias para a realização dos próximos campeonatos de futebol e demais atividades, dentro das normas da Federação Paulista de Futebol. O custo para a Prefeitura foi minimizado ao máximo. A maior parte está sendo promovida em parceria com a iniciativa privada, assim está sendo possível realizar todas as melhorias”, explicou Periquito.

As adaptações são visíveis logo na entrada ao Estádio. No acesso pela calçada foi instalado um portão de 4,5 metros, deslizante, que garante a entrada de um maior número de pessoas de uma só vez. O novo equipamento tem um portão menor integrado.

Todo o alambrado foi substituído e no hall de entrada do Estádio foi construído um muro de contenção, posterior ao alambrado, com um trecho asfaltado e jardim.

A arquibancada passou por revitalização. Recebeu nova pintura, escadas que garantem melhor acesso dos torcedores aos assentos em concreto e corrimões para oferecer maior segurança às pessoas, assim como guarda-corpos nas laterais. Também foi construída uma passarela entre a arquibancada e o alambrado do campo para facilitar a locomoção dos torcedores durante os jogos.

Sobre a laje dos vestiários está sendo criado um espaço adaptado aos torcedores com deficiência, com total visão do gramado e segurança. Ao redor dessa área foram instalados guarda-corpos e um portão nas dimensões de 90 centímetros de largura por 1,10 metro de altura, para melhor acesso de cadeirantes e outros.

“No lado oposto à arquibancada principal, onde antes havia uma arquibancada frontal que forçava o muro, construímos um espaço adaptado que acomodará os torcedores em pé”, contou o secretário. Ele explicou que outra arquibancada, localizada no fundo do estádio, ficará temporariamente interditada até a segunda etapa de reformas para maior segurança dos torcedores.

O projeto inclui novos banheiros públicos, feminino e masculino, adaptados às pessoas com deficiência. “São várias adaptações pensando no público, mas também pensamos nos atletas. No interior dos vestiários dos jogadores, o piso foi revestido com gramado sintético para que eles já entrem no clima das partidas”, destacou o secretário. O campo de futebol recebeu traves no padrão da Federação Paulista.

Assista ao vídeo: https://youtu.be/Cgsk56Dh7nA

 

26/06/2020