Operação Verão terá ações de todas as secretarias em Valinhos

Começa oficialmente neste sábado (1º) a Operação Verão 2018-2019, da Defesa Civil, que tem por objetivo a condução de ações de caráter preventivo de ocorrências causadas pelas chuvas durante o período entre o final da Primavera e o Verão.

O prefeito Orestes Previtale editou decreto que institui a operação no último dia 22 de novembro. Ela acontece do dia 1º de dezembro de 2018 a 31 de março de 2019.

Para o coronel Carlos Roberto Prestes, secretário de Segurança Pública e Cidadania, pasta à qual está ligada a Defesa Civil, a Operação Verão está estruturada e receberá por parte de todas as secretarias a atenção necessária para o cumprimento dos protocolos. “Estivemos com o prefeito Orestes e, na reunião de secretários, ele colocou a necessidade do envolvimento incondicional de todos na operação”, disse Prestes.

Segundo o diretor da Defesa Civil de Valinhos, Eduardo Mathias, o Plano de Contingência de Defesa Civil do município será executado em quatro níveis de atuação: Estado de Observação; Estado de Atenção: Estado de Alerta e Estado de Alerta Máximo.

A decretação do Estado de Observação é feita quando as chuvas atingem até 80mm.

Já o Estado de Atenção acontece quando os índices pluviométricos ultrapassam o volume de 80,01mm.

O Estado de Alerta ocorre quando, após vistoria do IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas, é solicitado a remoção preventiva da população das áreas de risco iminente.

O Estado de Alerta Máximo é decretado quando, após vistoria técnica, é indicada a remoção de toda a população que habita áreas de risco.

Segundo o prefeito Orestes, todos os órgãos da administração direta e indireta da Prefeitura deverão priorizar providências administrativas operacionais para suporte a Defesa Civil. 

Em caso de situações que exijam ações preventivas, urgentes ou emergenciais, a Defesa Civil poderá acionar os diversos órgãos municipais solicitando a disponibilização de maquinário, equipamentos, serviços e pessoal.

Além da complexa infraestrutura e da participação de todas as secretarias municipais e do Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos (DAEV), a Operação Verão também conta com a participação do Corpo de Bombeiros, órgãos do Estado e do Governo Federal, de empresas da iniciativa privada, como a CPFL e Comgás, e organizações não-governamentais.

De acordo com a Defesa Civil, através de laudos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), estão definidas cinco áreas de risco no município:

Áreas de movimentação de terra/deslizamento: Parque Portugal e Bosque dos Eucaliptos

Áreas de alagamento: Pinheirinho, Capuava e Invernada.

Em caso de desastre natural ou acidentes ocorridos por conta das chuvas, os moradores podem acionar a Defesa Civil pelos telefones: 199 e 3859-2055.

(29/11/2018)