Prefeitura acolhe morador em situação de rua na Casa de Passagem

Equipes do Serviço de Abordagem Social (Seas) da Prefeitura de Valinhos estão percorrendo a cidade desde o último dia 17 para convidar os moradores em situação de rua a se recolherem na Casa de Acolhimento e Passagem do Joapiranga por 30 dias, para reduzir os riscos de contágio do coronavírus.

Nove homens e uma mulher aceitaram o recolhimento e foram levados para a Casa de Passagem até esta segunda-feira (23), de acordo com a Secretaria de Assistência Social (SAS). Ainda há disponibilidade de vagas para três mulheres. O espaço tem capacidade para o acolhimento de 25 pessoas em situação de vulnerabilidade social, 20 homens e cinco mulheres.

A medida busca proteger essa população, uma vez que pessoas em situação de rua possuem um perfil itinerante e pouca adesão às orientações de cuidado e prevenção. Os dez moradores em situação de rua assinaram um termo de orientação para o acolhimento emergencial.

No documento consta que o acolhido deverá permanecer no abrigo pelo prazo de 30 dias, podendo ser reavaliada essa indicação, de acordo com diretrizes dos órgãos municipais e nacionais de saúde. O termo recomenda que o usuário do serviço evite sair das instalações no bairro Joapiranga neste período para preservar a segurança das demais pessoas do local.

 

23/03/2020