Prefeitura inicia fiscalização eletrônica do trânsito 

Foram duas semanas para adaptação até às 6h desta segunda, quando o sistema começou a operar

Os equipamentos eletrônicos de controle de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixas de pedestres instalados pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Valinhos na cidade, que entraram em funcionamento nesta semana, serão desativados em parte do período noturno. Com isso, não serão aplicadas multas por esses dois tipos de infração.

A medida, que segue exemplos de outras cidades da região e do Brasil por questões de segurança, vale para o período entre 22h e 6h em todos os dias da semana e entra em vigor a partir de 22h desta quinta-feira (6), conforme portaria publicada em edição extra do Boletim de Atos Oficiais do Município.

“Não serão registrados pela fiscalização municipal, como infração de trânsito, os atos de avanço de sinal vermelho e de avanço sobre a faixa de travessia de pedestres que ocorrerem no período estipulado no artigo 1º (22h às 6h), desde que registradas apenas por aparelho eletrônico, excetuadas as hipóteses de fiscalização por agente da autoridade de trânsito em serviço, obedecidas as disposições legais sobre a fiscalização de trânsito em geral.”

Segundo a mesma portaria, os equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade permanecerão ligados e ativos durante 24 (vinte e quatro) horas por dia. Nos próximos dias, a Secretaria de Mobilidade Urbana fixará placas informativas para conhecimento dos motoristas. 

 

Início

A Prefeitura de Valinhos deu início na manhã desta segunda-feira (3) a operação efetiva de todos os pontos do sistema de controle  eletrônico de fiscalização de trânsito da cidade. Ao todo, foram duas semanas para adaptação e, desde às 6h desta segunda, os 32 equipamentos estão fiscalizando e autuando os motoristas infratores.
 
A medida faz parte das ações adotadas pela Administração Municipal para reduzir e prevenir acidentes nas vias que apresentam maior risco. O último contrato que garantia um sistema operante de radares terminou em meados de 2016.
 
Desde abril, a Secretaria de Mobilidade Urbana iniciou a campanha para divulgação do início da operação dos radares. Nas últimas semanas, a Prefeitura espalhou faixas pela cidade e implementou sinalização de solo e placas de orientação quanto ao limite de velocidade permitido nas vias, que varia de 40 a 60 quilômetros por hora.
 
O sistema está dividido em quatro grupos, sendo 19 radares de velocidade fixos, seis de controle de avanço em sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestres, quatro para avanço de sinal vermelho e velocidade e três lombadas eletrônicas.
 
O Consórcio Valinhos Vias, formado pelas empresas Shempo Indústria e Comércio e Talentech Tecnologia, foi o vencedor de um processo licitatório e será responsável pela prestação de serviços de fiscalização eletrônica.
 
O secretário de Mobilidade Urbana, Mauro Haddad Andrino, explicou que o excesso de velocidade é uma das infrações que mais preocupam a Administração e que não há outro meio de reduzir o número de acidentes se não houver um sistema de fiscalização operante.
 
“Os motoristas tiveram até o último domingo para se adaptar ao novo sistema e a partir de hoje, os radares entram em operação para valer. A fiscalização ainda é a maneira mais efetiva para a redução dos acidentes de trânsito nas cidades. Só serão autuados aqueles que desrespeitarem a lei”, disse Andrino.

 

Confira neste link os locais e velocidades do sistema de fiscalização.

 

 

03/06/2019