Prefeitura promove nova capacitação para educadores da EJA

A administração do prefeito Marcos José da Silva que tem a Educação como prioridade ao lado da Saúde tem investido maciçamente na área, o que inclui a EJA (Educação de Jovens e Adultos). No último dia 30 de julho, sexta-feira, 55 educadores da EJA, entre diretores, coordenadores e professores, participaram de uma nova capacitação, visando motivar a equipe para o início do segundo semestre. A contadora de história, Cristina Lazzaretti, conduziu os trabalhos com o tema “A Arte de Encantar”. O prefeito e o secretário da Educação, Zeno Ruedell, estiveram presentes ao evento, dando as boas-vindas a todos. Marcos elogiou a equipe da EJA e destacou a importância deste programa de educação de jovens e adultos, ressaltando que sua administração não tem medido esforços para investir na área. No início de 2005, quando assumiu a administração municipal, funcionavam na cidade três pólos de EJA. Atualmente são oito, e o mais recente foi aberto na EMEB (Escola Municipal de Educação Básica) Edina Aparecida Bampa da Fonseca no bairro Reforma Agrária. Marcos também institui material apostilado na EJA, carteirinha do estudante, além de promover a distribuição de uniformes escolares. No ano que vem, já anunciou que fará a entrega de kits de material escolar. A diretora do Departamento da EJA, Sidnea Peixoto Vedana, ressaltou que a capacitação “A Arte de Encantar” foi uma oportunidade para a integração e a troca de experiência da equipe, além de reforçar a necessidade “de um olhar diferenciado para os alunos da EJA, que não puderam estudar quando criança e agora adultos estão tendo a boa vontade de recuperar o tempo perdido”. Hoje a EJA atende nos oito pólos em atividade mais de 700 alunos da 1ª a 8ª série nas EMEBs Carlos Carvalho Vieira Braga, no Jardim Pinheiros; Cecília Meirelles, no Jardim Paraíso; Jerônymo Alves Corrêa, no Jardim do Lago; Antonio Perseguetti, na Ponte Alta; Luiz Antoniazzi, no Santo Antonio; Horácio de Salles Cunha, no São Bento do Recreio; Dom Bosco, no São Marcos, e Edina Aparecida Bampa da Fonseca, no Reforma Agrária.