Procon notifica Correios do centro por reclamações no atendimento

O Procon de Valinhos notificou a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, da Rua Antonio Carlos, no Centro, a regularizar o atendimento aos consumidores dos serviços da agência. O órgão recebeu reclamações de munícipes sobre a organização na fila, distanciamento entre as pessoas no interior da agência e falta de álcool em gel para a prevenção do contágio do coronavírus.

Além dessas reclamações, o Procon constatou a falta de toner para impressão de etiquetas para despacho de encomendas, outra reclamação dos usuários da agência central.

 “Os reclamantes disseram que, após ficarem por um bom tempo na fila, ao serem atendidos eram informados que o serviço não poderia ser feito pela falta da impressão da etiqueta e que deveriam procurar outra agência”, contou a fiscal de Proteção ao Consumidor, Juliana de Barros Galvão Castro Lima.

A fiscal informou que a agência foi notificada a resolver o problema na fila, considerada grande pelos usuários dos serviços, de forma imediata com a disposição de um funcionário para organizá-la, e também manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas no interior do estabelecimento. Também foi notificada a resolver em um prazo de cinco dias a falta de toner de impressão de etiquetas e de álcool gel para disponibilização dos clientes.

“A funcionária responsável se prontificou a fazer todas as mudanças necessárias”, falou a fiscal. Juliana destacou que quando o consumidor de serviços tem frustrada a sua expectativa em ser atendido, isto pode configurar uma prática abusiva.

“Pelo artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, é vedado ao fornecedor de produtos e serviços recusar atendimento das demandas dos consumidores na exata medida de disponibilidade em estoque e de conformidade de uso e costume. Neste caso é um serviço que só a Empresa de Correios e Telégrafos pode gerar, configurando assim prática abusiva pela falta de atendimento”, explicou a fiscal.

05-06-2020