Saúde registra 4 mortes por covid e reforça apelo pelo isolamento

A Secretaria da Saúde confirmou nesta quinta-feira (25) em Valinhos mais 4 mortes e 24 novos casos de covid-19. Com isso, chegou a 24 o total de mortes pela doença e a 626 o número de casos confirmados. Há ainda 8 mortes sob suspeita, com exames sendo analisados no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

Os números reforçam a manutenção da tendência de aceleração da curva de casos positivos desde o dia 31 de maio, quando eram 174 os casos confirmados. De lá para cá, em apenas 25 dias, foram 452 confirmações.

Com base nos dados, a Vigilância Sanitária reforça que a doença atingiu a fase crítica na cidade e apela para que a população respeite o isolamento, reduza a circulação pela cidade e faça sua parte para a contenção da doença. 

Dos quatro casos de morte confirmados pela doença nesta quinta-fera, dois são de moradores da cidade, nos bairros Chácara das Nações e Nova Suíça.

- Um homem de 68 anos, sem comorbidades. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 6 de junho e morreu no dia 19. Morador de Valinhos, no bairro Nova Suiça.

- Um homem de 87 anos com histórico de pneumopatia crônica, doença neurológica e doença renal. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 31 de maio e morreu no dia 19. Morador de Valinhos, do bairro Chácara das Nações.

Os outros dois são moradores de Campinas que estavam internados em Valinhos.

- Uma mulher de 101 anos com histórico de doença neurológica. Foi internada na UTI do Hospital Galileo no dia 7 e junho e morreu dia 16. Moradora de Campinas.

- Uma mulher de 63 anos com histórico de doença cardiovascular. Foi internada na UTI da Santa Casa no dia 27 de maio e morreu no dia 10 de junho. Moradora de Campinas.

Ao todo, das 24 mortes confirmadas desde o começo da pandemia, 12 são moradores de Valinhos e 12 informaram domicílio em cidades da região. Entre os 24 novos casos confirmados desta quinta-feira, 9 são moradores de Valinhos e 15 são de outras cidades.

No total, dos 626 casos já confirmados da doença, 388 são de moradores de Valinhos e 238 informaram que residem em outros municípios. 

A Secretaria da Saúde contabiliza casos de munícipes e não munícipes confirmados com covid-19 na mesma tabela de dados, já que todos os não munícipes com exames positivos têm alguma ligação com a cidade, como atividades profissionais, parentes próximos e imóveis de veraneio (chácaras utilizadas nos finais de semana, por exemplo) e foram tratados pelo sistema valinhense de saúde (público ou privado). A divulgação dos dados, no entanto, discrimina moradores e não moradores.

Os casos suspeitos agora são 204 no Município. O número de mortes suspeitas segue em 8. Há ainda 356 casos descartados.

Leitos

A quantidade de pacientes internados nos dois hospitais de Valinhos caiu de 63 para 62 nesta quinta-feira, sendo que 38 estão em  UTIs (29 na Santa Casa e 9 no Galileo), com quadros mais graves, e outros 24 em enfermarias (11 na Santa Casa e 13 no Galileo).

A taxa de ocupação das UTIs na cidade (atendimento SUS e privado), no entanto, aumentou de 73% para 80%, segundo informações oficiais dos hospitais à Secretaria Municipal da Saúde. Dos 48 leitos disponíveis para covid (28 na Santa Casa e 20 no Galileo), 38 estão ocupados.

Na Santa Casa, a ocupação atingiu mais uma vez 100% da capacidade. Porém, nesta quinta-feira, o hospital informa que conseguiu ampliar mais uma vez sua capaciade de atendimento em UTI com uma readequação em sua infraestrutura. Dessa forma, passou de 28 para 29 o número de leitos exclusivos de covid-19 na UTI. A Santa Casa informa ainda que dos 29 leitos de UTI para covid, 28 são leitos efetivos e 1 é de pronto-socorro, mas que pode receber pacientes de urgência enquanto aguardam a abertura de vaga na UTI. 

Nesta semana, 4 novos leitos de apoio vão começar a funcionar na UPA de Valinhos, que recebeu no último sábado 2 respiradores do Governo do Estado para ampliar sua capacidade de atendimento. Hoje, a UPA não possui leitos de apoio para a UTI. Com isso, a cidade passará a ter 53 leitos de UTI destinados exclusivamente à covid-19. Esses 4 novos leitos serão usados como apoio para a Santa Casa. Pacientes serão destinados a eles quando não houver vagas no hospital.

Fique em casa

A recomendação do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde e da Organização Mundial da Saúde é para que as pessoas evitem sair de casa. O isolamento social é a melhor forma de se proteger do coronavírus. Estabelecimentos não essenciais não estão autorizados a funcionar em Valinhos. 

Por determinação da Vigilância Sanitária, estabelecimentos de comércio e serviços voltam a fechar a partir desta terça-feira, numa tentativa de conter o avanço da doença. Apenas os serviços essenciais poderão abrir. 

Confira os registros:

Dia 25/06/2020 - Até 14h

- 626 casos confirmados, sendo 388 positivos munícipes (361 recuperados, 15 internados e 12 óbitos) e 238 positivos não munícipes (221 recuperados, 5 internados e 12 óbitos)

- 204 suspeitos em investigação

- 356 casos descartados

- 24 óbitos confirmados, sendo 12 de não munícipes e 12 de moradores da cidade

- 8 óbitos em investigação  

- 31 óbitos descartados

- 38 pacientes suspeitos internados em UTIs, sendo 29 na Santa Casa e 9 no hospital Galileo

- 24 pacientes suspeitos internados em enfermarias, sendo 11 internados na Santa Casa e 13 no Galileo

Lista dos casos confirmados de Covid-19 em Valinhos por bairro (atualizado até 24 de junho)

26 no Jardim Pinheiros

15 no São Marcos

15 no Jurema

13 no Ortizes

13 no Vale Verde

12 no Roncaglia

11 no Jardim Paiquerê

11 no Parque das Colinas

11 no Jardim Alto da Colina

8 no Nova Suiça

8 no Nova Palmares 1

8 na Chácara das Nações

7 no Capuava

7 no Parque Portugal

7 na Vila Embaré

6 no Jardim dos Manacás

6 no Água Nova

6 no Santa Cruz

6 no Jardim do Lago

5 no Frutal

5 no Nova Espírito Santo

5 no Jardim Centenário

5 no Bom Retiro

5 na Vila Faustina 2

5 América 2

5 na Chácara São Bento

5 no Bela Vista

5 no Jardim São Luiz

4 no Alto da Boa Vista

4 no Jardim Ribeiro

4 no Lenheiro

4 no São Cristóvão

4 no Ana Carolina 1

4 na Vila Clayton

4 no Jardim Universo

4 na Vila Santana

4 na Vila Sônia

4 no São Bento do Recreio

4 no Paraíso 

4 no Santo Antônio

3 no Jardim Primavera

3 na Vila Pagano

3 no Jardim América

3 no Parque Santana

3 no Jardim Itapuan

2 no Jardim Recanto

2 no Dois Córregos

2 no Cecap

2 no Residencial Fazenda São José

2 no Nova Era

2 no Ana Carolina 2

2 no Santa Gertrudes

2 no Nova Palmares 2

2 no Jardim Soleil

2 no Joapiranga

2 no Morada do Sol

2 no Santa Rosa

2 no Pedra Verde

2 no Chácaras Alpinas

2 no Macuco

2 na Vila São José

2 no Jardim São Pedro

1 no Jardim São Jorge

1 no Jardim Lorena

1 na Vila Olivio

1 no Santa Helena

1 na Vila Angeli

1 no Distrito Industrial

1 no Jardim Samambaia

1 no Parque Colina do Sol

1 na Vila El Aioub

1 no Jardim Elisa

1 no Residencial Terras do Oriente

1 no Terra Nova

1 no Colina dos Pinheiros 

1 no Beira Rio

1 na Vila Martina

1 no Jardim Monte Verde

1 no Jardim Genoveva

1 no Jardim Alvorada

1 no Bosque dos Eucaliptos

1 no Santa Maria

1 no Jardim São Jorge

1 no Vitória Régia

1 na Fonte Nova

1 na Reforma Agrária

1 no Jardim das Figueiras

1 no Jardim Paulista

1 no Jardim Celani

1 na Vila Papelão

1 no Santa Elisa

1 no Jardim Santa Cecília

1 no Ponte Alta

1 no Vale do Itamaracá

1 no Jardim Pacaembu

1 no Jardim Paraná

223 moradores de outras cidades

Mortes confirmadas

- Homem de 69 anos, morreu no dia 5 de abril na Santa Casa, onde estava internado desde o dia 1 de abril. O paciente tinha histórico de pneumopatia crônica, cardiopatia e diabetes.

- Homem de 64 anos, internado no dia 26 de março e morreu no dia 29. Tinha histórico de pressão alta.

- Homem de 90 anos, internado no dia 2 de abril na Casa de Saúde, em Campinas, e teve alta no dia 4. Voltou a ser internado por complicações da doença no dia 9 e morreu no dia 14 de abril.

- Homem de 82 anos, internado na UTI Santa Casa dia 14 de abril e morreu dia 17 de abril. Morador de Campinas (Jardim Centenário), tinha comorbidades (doença neurológica, doença cardiovascular, diabetes e doença renal) e mantinha vínculos com Valinhos.

- Homem de 83 anos  internado na UTI do Hospital Galileo no dia 26 de abril. Morreu dia 26. Ele tinha comorbidades (doença cardiovascular e diabetes) e morava no bairro Brasil, em Itu (SP), mas mantinha vínculo com o município.

- Mulher de 71 anos, foi internada no Hospital Galileo no dia 23 de março e morreu no dia 5 de abril. Ela tinha doença cardiovascular. Moradora de Amparo e mantinha vínculos com Valinhos.

- Mulher de 83 anos, moradora do Parque das Colinas, internada dia 2 de maio na Santa Casa. Morreu no mesmo dia. Tinha histórico de doença cardiovascular.

- Um homem de 51 anos, morador da Vila Sônia. Tinha histórico de doença cardiovascular. Foi internado na UTI da Santa Casa dia 7 de maio e morreu dia 17.

- Uma mulher de 68 anos que tinha histórico de pneumopatia crônica. Foi internada na UTI Santa Casa dia 11 de maio e morreu dia 18. Moradora de Campinas.

- Um homem de 84 anos, sem comorbidades. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 21 de maio e morreu no dia 26. Morador de Campinas.

- Uma mulher de 96 anos de idade. Ela foi internada na UTI do Hospital Celso Pierro, em Campinas, dia 18 de maio, e morreu no dia 30. Histórico de doença cardiovascular. Morava no São Marcos.

- Uma mulher de 93 anos de idade, sem comorbidades. Foi internada na UTI da Santa Casa no dia 27 de maio e morreu no dia 6 de junho. Moradora da Vila Martina.

- Um homem de 82 anos. Sem comorbidades. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 2 de junho e morreu no dia 4. Morador de Campinas.

- Uma mulher de 63 anos. Sem comorbidades. Foi internada na UTI da Santa Casa dia 27 de maio e morreu no dia 10 de junho. Moradora de Campinas.

- Um homem de 73 anos. Sem comorbidades. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 4 de junho e morreu no dia 8. Morador do Jardim Recanto.

- Uma mulher de 86 anos. Sem comorbidades. Foi internada na UTIO da Santa Casa no dia 5 de junho e morreu no dia 8. Moradora do bairro Bela Vista.

- Uma mulher de 87 anos. Sem comorbidades. Foi nternada na UTI do Hospital Galileo dia 22 de maio e morreu dia 1 de junho. Moradora de Campinas.

- Um homem de 50 anos com histórico de doença cardiovascular e diabetes mellitus. Foi internado na UIT do Hospital Galileo dia 18 de maio e morreu no dia 28 de maio. Morador de Salto. 

- Um homem de 70 anos com histórico de doença cardiovascular crônica e doença hepática crônica. Foi internado na UTU da Santa Casa dia15 de junho e morreu dia 16. Morador de Valinhos, bairro São Marcos.

- Uma mulher de 77 anos com histórico de doença cardiovascular e doença renal. Foi internada na UTI da Santa Casa dia 17 de junho e morreu no dia 18. Moradora de Valinhos, bairro São Marcos.

- Um homem de 68 anos, sem comorbidades. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 6 de junho e morreu no dia 19. Morador de Valinhos, no bairro Nova Suiça.

- Um homem de 87 anos com histórico de pneumopatia crônica, doença neurológica e doença renal. Foi internado na UTI da Santa Casa no dia 31 de maio e morreu no dia 19. Morador de Valinhos, do bairro Chácara das Nações.

- Uma mulher de 101 anos com histórico de doença neurológica. Foi internada na UTI do Hospital Galileo no dia 7 e junho e morreu dia 16. Moradora de Campinas.

- Uma mulher de 63 anos com histórico de doença cardiovascular. Foi internada na UTI da Santa Casa no dia 27 de maio e morreu no dia 10 de junho. Moradora de Campinas.
 

25/06/2020