Saúde registra mais um caso de morte por suspeita de Covid 19

A Secretaria da Saúde de Valinhos registrou nesta terça-feira (7) mais uma morte por suspeita de coronavírus na cidade. O caso é de um homem de 65 anos que foi internado na Santa Casa no dia 28 de março e morreu na última segunda-feira (6). Ele não tinha histórico de outras doenças.

Com esse registro, a cidade tem agora nove casos de mortes suspeitas pela doença que aguardam os resultados dos exames no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Há também uma morte confirmada por Covid 19, além de uma morte que já teve resultado negativo.

Desses nove casos, dois são de moradores de outras cidades (Amparo e Indaiatuba) e os registros foram feitos nos municípios de origem.

A morte confirmada na segunda-feira teve exame particular de laboratório e não estava na relação de exames à espera de resultados, assim como a morte descartada.

Novos casos

Além disso, foram confirmados nesta terça-feira mais três casos da doença na cidade, que agora possui seis registros positivos. Os casos são:

- um homem de 90 anos que foi diagnosticado na Casa de Saúde de Campinas. Eles está em casa em isolamento domiciliar

- uma mulher de 62 anos, com histórico de cardiopatia, que está internada na enfermaria da Casa de Saúde, em Campinas.

- um homem de 47 anos que também foi diagnosticado na Casa de Saúde e está em casa, em isolamento.

Ao todo, Valinhos possui hoje 152 casos suspeitos da doença à espera de resultados do Adolfo Lutz, além de seis casos confirmados e outros 27 que deram negativo.

São 15 pessoas internadas em enfermarias dos hospitais da cidade e outros quatro pacientes nas UTIs, em estado mais grave.

Morte confirmada

O caso confirmado de morte por Covid 19 foi anunciado nesta segunda-feira (6). O paciente, um homem de 69 anos, morreu no último domingo (5)  na Santa Casa, onde estava internado desde o dia 1/abril. O paciente tinha histórico de neumopatia crônica, cardiopatia e diabetes. 

O caso não estava entre as mortes suspeitas que esperam resultados do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Um exame particular foi feito no próprio hospital e deu positivo. No final de semana, a Santa Casa registrou ainda uma segunda morte suspeita de coronavírus, mas um exame particular feito no hospital já descartou a doença.

Também no final de semana, dois pacientes morreram no Hospital Galileo com suspeita de coronavírus. Um deles era de Indaiatuba e o outro, de Amparo.Os dois casos foram registrados nas cidades de origem.

 

Casos

Valinhos tem ainda outras sete mortes suspeitas da doença, à espera dos resultados laboratoriais no Adolfo Lutz. São eles:

- um homem de 60 anos que tinha histórico de doença cardíaca pulmonar. Ele estava internado desde o dia 23 de março no Hospital Galileo.

- uma mulher de 64 anos que estava internada desde 1/abril e morreu na Santa Casa de Valinhos com síndrome respiratória aguda grave.

- uma mulher de 46 anos que morreu no dia 31 de março. Ela estava internada na Santa Casa desde o dia 22 de março e tinha hstórico de deficiência de imunidade.

- uma mulher de 61 anos que morreu no dia 30 de março na Santa Casa. Ela tinha quadro de doença pulmonar, diabetes e problema cardíacos. 

- um homem de 63 anos que morreu no dia 28 de março. Ele esteve internado desde quinta-feira (26) na Santa Casa e tinha histórico de doença cardíaca.  

- um homem de 64 que morreu no dia 29 no Hospital Galileo. Ele voltou recentemente de viagem à Itália, onde a pandemia atingiu números alarmantes, e a causa da morte foi uma síndrome respiratória aguda grave.

- um homem de 65 anos que foi internado na Santa Casa no dia 28 de março e morreu na última segunda-feira (6). Ele não tinha histórico de outras doenças.

 

A Secretaria da Saúde orienta que as pessoas devem ficar em suas casas nesse momento.