Secretaria de Educação define datas para reposição de aula

Aulas serão repostas por professores que participaram da paralisação de 22 de março  

A Secretaria de Educação definiu esta semana a data para a reposição da aula do dia 22 de março, quando diversos grupos de professores da Rede Municipal aderiram à paralisação nacional, convocada pelo Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp), no que foi chamado de Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência.

Em portaria publicada nesta quarta-feira (10), o secretário de Educação, professor Zeno Ruedell, definiu os dias 27 de abril e 4 de maio para que os professores que participaram da paralisação tenham duas opções de data para realizar sua reposição.

De acordo com o texto da Portaria, houve, no dia 22 de março, “suspensão de aulas e de cumprimento de atividades em diversas Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino”, sendo que em algumas unidades a paralisação foi parcial e outras total.

“Diante de um levantamento que realizamos, estamos determinando a reposição das aulas que deveriam ter sido dadas nesse dia e também das horas não trabalhadas pelos servidores”, explicou o professor Zeno.

Ainda segundo o secretário da Educação, caberá a cada Unidade Educacional definir a data de reposição, avisando com antecedência a respectiva supervisão. O diretor da unidade educacional vai coordenar o controle da frequência de professores e funcionários no dia da reposição. A frequência dos alunos e os conteúdos das aulas no dia da reposição deverão ser lançados, no dia 22 de março, no sistema Educa Digital.

 

12/04/2019