Sucen faz pulverização contra dengue

sucen_pu    A Secretaria da Saúde acionou a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) para a aplicação de inseticida nas casas da região dos bairros Fonte Nova, Jardim Manacás e parte do Jardim Novo Mundo II e Jardim das Palmeiras. A ação foi promovida nesta terça-feira, dia 19, e terá continuidade na quarta-feira, dia 20, por conta de um foco de dengue na região (seis casos autóctones). Até esta terça-feira, dia 19, a cidade contabiliza 29 casos, sendo 19 autóctones e 10 importados. Com exceção dessa região onde está sendo realizada a pulverização, os demais casos estão espalhados por todo município.

    Segundo a diretora da Divisão de Controle de Vetor, Marli Aparecida da Silva, além da aplicação do veneno para matar os mosquitos e parar a transmissão da dengue, foi feito um trabalho casa a casa na região de busca de novos casos bem como de eliminação de criadouros. Já no último dia, 16, sábado, os agentes de saúde percorreram as residências para comunicar sobre a realização da pulverização e dar as devidas orientações aos moradores.

    Marli recorda que a última vez que esse tipo de pulverização foi realizado na cidade foi em 2007 devido a um foco de dengue na região da Vila Santana.

 

Campanha educativa

    Visando alertar a população sobre a dengue, a Secretaria da Saúde afixou na cidade e unidades de saúde faixas e banners sobre a dengue e também encaminhou material educativo sobre a doença para comércio, condomínios, imobiliárias, borracharias, floriculturas e outros locais. Segundo Marli, a proposta é reforçar a importância da eliminação de criadouros para a prevenção da dengue.

    A cada notificação de casos de dengue, explica Marli, a equipe de vetor realiza busca ativa de novos casos juntamente com eliminação de criadouros e aplicação de larvicidas. O serviço também mantém equipes fazendo visitas em imóveis em geral, bem como ações diferenciadas como: visitas quinzenais em locais comerciais com maior concentração de criadouros e de pessoas, atendimento a solicitações de munícipes, capacitação e palestras em empresas, escolas e comércio em geral, além de outras atividades como operação cata-bagulho duas vezes ao ano.

    "É importante a participação de toda população na eliminação de focos da dengue, uma vez que o mosquito prefere criadouros encontrados dentro de casa, como vasos, pratinhos e caixa de água mal vedada. A dengue é uma doença que deve ser combatida por todos diariamente, uma vez que o mosquito transmissor se prolifera muito rápido neste período de chuvas e calor", disse.