Valinhos é destaque em ranking com menor taxa de homicídios

Entre os 75 municípios do Estado de São Paulo com mais de 100 mil habitantes, Valinhos está em destaque entre os que tiveram maior redução da taxa de homicídios em 2010. Um ranking das cidades mais violentas elaborado pelo jornal Folha de São Paulo e divulgado nesta quarta-feira, dia 2, com base nas estatísticas da Secretaria de Segurança Pública do Estado, mostra que o município teve diminuída a taxa de 7,73 em 2009, com oito homicídios, contra uma taxa de 2,8 em 2010 quando foram registrados três casos. Com isso, a variação da diminuição da taxa de Valinhos foi de 63,78%, uma das maiores do ranking, atrás apenas dos municípios de Jandira (-66,69) e Votorantin (-66,62%). Já outras cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) tiveram uma redução menor, como Indaiatuba (-19,37%), Hortolândia (-16,6%), Sumaré (-2,51%). Campinas apresentou um ligeiro aumento na taxa de 1,1%.

O secretário de Defesa do Cidadão, Ruyrillo Pedro de Magalhães, diz que a redução dos crimes que mais afetam a população foi constante durante todo o ano de 2010 de acordo com as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública. Além do número de homicídios que caiu de oito em 2009 para três casos em 2010, com redução de 62,5%, registrou-se uma queda no roubo de veículos de 35% quando houve 174 ocorrências contra 113. O furto de veículos caiu de 427 para 381, uma redução de 10,77%. Em relação ao furto em geral, o ano apresentou uma diminuição de 13% com o registro de 937 casos, sendo que em 2009 foram 1.078. O roubo em geral praticamente se manteve de 285 para 281.

Magalhães explica que o baixo índice de homicídio doloso, aquele com intenção de matar, além da diminuição de ocorrências nos demais crimes, sendo furtos e roubos em geral e de veículos, vai ao encontro da política de integração entre o macrosistema de segurança pública no município, defendida e incentivada pela administração do prefeito Marcos José da Silva (PMDB).
“Acredito que, além da integração do macrosistema de segurança pública em Valinhos, que envolve a Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Ministério Público e Magistratura, outro fator que considero muito importante para a redução da criminalidade são os investimentos da administração municipal que refletem de forma positiva. São ações socioeducativas promovidas nos últimos seis anos nas áreas de Educação, Saúde, Social, Esportes, Lazer, Cultura e Urbanismo. Onde se mora bem, se vive bem, com menor marginalidade”, afirma Magalhães.
O secretário destaca também que a administração do prefeito Marcos tem, desde 2005, contribuído com a segurança pública ao investir na infraestrutura da Guarda. Entre os investimentos estão correção dos salários; compra de motos, viaturas, armas, equipamentos e uniformes; capacitações da corporação. Além disso, a Guarda passou a investir em redes de informação, como a Infoseg (Rede de Integração Nacional de Informação de Segurança Pública, Justiça e Fiscalização), a qual Valinhos foi uma das primeiras a adotar o sistema na RMC, e está prestes a operar o Infocrim (Sistema de Informações de Ocorrências Criminais) da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. A sede da GCM também foi ampliada e reformada.
Segundo Ruyrillo, outro fator é relevante para a redução dos crimes. “Contamos com as denúncias que podem ser feitas de forma anônima para os telefones 153 da Central de Operações da Guarda, à Polícia Militar, pelo número 190, e à Polícia Civil por meios dos telefones 3871-2400 da Delegacia de Polícia Central e 3871-6512 do 1º Distrito Policial na Vila Santana”, informa.