Valinhos é uma das que mais geram emprego na RMC em 2018

Criação de postos de trabalho em 11 meses de 2018 foi 60,6% maior que em todo o ano de 2017

Valinhos foi uma das cidades que mais geraram empregos na Região Metropolitana de Campinas (RMC) entre janeiro e novembro de 2018. Foram criados nesse período 1.333 postos formais de trabalho com registro em carteira no município. O número é 60,6% maior que o todo o ano de 2017, quando foram abertas 830 vagas e Valinhos ocupou o topo do ranking de geração de emprego na RMC.  

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho (MTb). O cálculo leva em consideração as admissões e as demissões formais em todos os setores da economia no período pesquisado. 

O maior número de postos de trabalho gerados até novembro de 2018 em Valinhos foi no setor de serviços, com 429 vagas. Em seguida vieram comércio, com 394, e indústria, com 377. O setor de administração pública foi o único que ficou negativo, com 42 demissões. 

De janeiro a novembro de 2018, Valinhos é a quinta cidade da RMC em geração de emprego formal, atrás de Campinas, Indaiatuba, Sumaré e Vinhedo. O desempenho de Valinhos em 2017 e 2018 é ainda mais expressivo quando os números são comparados com 2016, quando a cidade teve um resultado negativo e perdeu 115 vagas formais de trabalho.

O prefeito Orestes Previtale afirmou que geração de empregos também é uma prioriade da atual administração. "Estamos trabalhando para atrair novas empresas a Valinhos, incentivar as que já atuam na cidade, estimular o empreendedorismo e a geração de renda. Atravessamos uma grave crise, mas estamos agindo e reagindo", disse. 

No trimestre de setembro a novembro, o desemprego no Brasil foi de 11,6%, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e o número de desempregados foi de 12,2 milhões de pessoas. Outras 4,7 milhões de pessoas estavam em situação de desalento (desistiram de procurar emprego) no trimestre encerrado em novembro de 2018.

Ranking

Positivo

1 – Campinas - +7.025

2 - Indaiatuba: +2.723

3 – Sumaré: +1.914

4 – Vinhedo: +1.364

5 – Valinhos: +1.333

6 – Americana: +1.161

7 – Itatiba: +879

8 – Holambra: +619

9 – Santa Bárbara d'Oeste: +611

10 – Artur Nogueira: +337

11 – Cosmópolis: +307

12 – Engenehiro Coelho: +276

13 – Pedreira: +225

14 – Hortolândia: +178

15 – Santo Antônio de Posse: +66

16 – Monte Mor: +49

17 – Nova Odessa: +43

Negativo:

1 - Jaguariúna: -723

2 - Morungaba: -413

3 - Paulínia: -131

Fonte: Caged

 

28/12/2018