Valinhos mantém os serviços não essenciais fechados até o dia 29

Estabelecimentos não essenciais de comércio e serviços vão continuar fechados em Valinhos até a próxima segunda-feira, dia 29 de junho. A decisão foi tomada nesta terça-feira (23), após reunião do Comitê Gestor da pandemia do coronavírus na cidade. A decisão vale até a próxima segunfa-feira (29), quando uma nova avaliação será feita.

O elevado número de casos da doença, que continua apresentando expressiva curva de crescimento, e a alta taxa de ocupação dos leitos de UTI na cidade embasaram a decisão.

Além disso, o crescimento da doença no Interior do Estado também preocupa as autoridades de saúde. Nesta terça-feira, pela primeira vez desde que a pandemia começou, o número de registros de casos da covid-19 em municípios do Interior é maior do que na Capital. Só nesta terça, 434 mortes foram registradas no Estado de São Paulo, o número mais alto desde o início da pandemia.

Em Valinhos, foram confirmados nesta terça-feira 18 novos casos da doença. O total chegou a 566, sendo que 388 desses casos foram registrados apenas no mês de junho. Também foram registradas seis mortes suspeitas de covid-19 na cidade apenas nesta terça, o que amplia para 10 os casos de óbitos à espera de resultados do Instituto Adolfo Lutz. A cidade já tem 18 mortes confirmadas.

O fechamento dos estabelecimentos não essenciais foi determinado pela Prefeitura a partir da última terça-feira (16). 

Leitos

A quantidade de pacientes internados nos dois hospitais de Valinhos chegou a 64 nesta terça-feira, novamente o maior número desde o início da pandemia, sendo que 35 estão em UTIs (25 na Santa Casa e 10 no Galileo), com quadros mais graves, e outros 29 em enfermarias (12 na Santa Casa e 17 no Galileo).

A taxa de ocupação das UTIs na cidade (atendimento SUS e privado) caiu de 77% para 73%, segundo informações oficiais dos hospitais à Secretaria Municipal da Saúde. Dos 48 leitos disponíveis (28 na Santa Casa e 20 no Galileo), 35 estão ocupados.

Na Santa Casa, a ocupação está em 90% (a Santa Casa informa que dos 28 leitos de UTI para covid-19, 27 são leitos efetivos e 1 é de pronto-socorro, mas que pode receber pacientes de urgência enquanto aguarda a abertura de vaga na UTI). 

Nesta semana, 4 novos leitos de apoio vão começar a funcionar na UPA de Valinhos, que recebeu no último sábado 2 respiradores do Governo do Estado para ampliar sua capacidade de atendimento. Hoje, a UPA não possui leitos de apoio para a UTI. Com isso, a cidade passará a ter 52 leitos de UTI destinados exclusivamente à covid-19. Esses 4 novos leitos serão usados como apoio para a Santa Casa. Pacientes serão destinados a eles quando não houver vagas no hospital.

Campinas

Desde a última segunda-feira (22), municípios como Campinas também determinaram o fechamento dos estabelecimentos de comércio e serviços não essenciais, como as lojas do comércio central e os shoppings. As regiões de Ribeirão Preto, Barretos, Marília, Presidente Prudente e Registro também estão com o comércio fechado.

23/06/2020