Valinhos Quer Ouvir Você: Assistência Social divulga canais

Vídeos, áudios, mensagens e telefonemas podem ser enviados pelos canais de telefone e Whatsapp das quatro unidades do CRAS

A Secretaria de Assistência Social de Valinhos está ampliando a comunicação com os moradores dentro da proposta Valinhos Quer Ouvir Você, para oferecer melhor atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade no município. Vídeos, áudios, mensagens e telefonemas podem ser enviados pelos canais de telefone e Whatsapp das quatro unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Central, São Bento, São Marcos e Figueiras.

“Queremos saber das pessoas sobre suas experiências, dificuldades e necessidades neste período de pandemia do cornavírus. Queremos conhecer melhor cada um para podermos melhorar o atendimento”, explicou a psicóloga do CRAS São Marcos, Rosana Lemos Torres.

Segundo Rosana, as atividades da Secretaria estão sendo reorganizadas e reestruturadas durante a pandemia do coronavírus. “Ninguém estava preparado para esta situação de distanciamento e isolamento social. Por isso precisamos da ajuda dos moradores para que possamos apoiá-los”, afirmou.

A coordenadora do CRAS São Marcos, Ana Claudia Consul Ferreira Scavitti, explicou que todas as ações que eram realizadas presencialmente estão sendo adaptadas para acontecer virtualmente.

Ana Claudia explicou que os CRAS promovem toda semana reuniões com os usuários, mas elas tiveram de ser suspensas durante a quarentena decretada por causa da pandemia. A rede de quatro CRAS, segundo ela, tem cerca de 2,5 mil famílias referenciadas, que são atendidas regularmente porque estão dentro dos critérios de atendimento da Secretaria.

A comunicação dos usuários e de moradores pelo Whatsapp e telefones dos CRAs é importante para manter, ampliar e aprimorar o atendimento, conforme a coordenadora. “Qualquer pessoa em situação de vulnerabilidade e risco pode usar os canais de comunicação”, afirmou.

A Secretaria, comentou Ana Claudia, atende as famílias referenciadas e também faz busca ativa dos moradores em situação de vulnerabilidade social. Essa busca é feita pessoalmente pelas equipes da Assistência Social, mas também foi suspensa na pándemia. “Com a quarentena, a comunicação precisa ser feita pelos canais virtuais”, explicou.

Toda demanda feita por telefone ou Whatsapp será acolhida pela Secretaria, que vai entrar em contato com a família e verificar o que ela precisa, para que possa ser atendida pela Assistência Social ou para que o caso seja encaminhado ao atendimento necessário.

“É muito importante divulgarmos esses canais para que os moradores entrem em contato sempre que necessário, principalmente nesta época difícil que todos estamos enfrentando”, disse a coordenadora.

 

Confira os canais de comunicação

CRAS São Bento

3829-1337 – Telefone

3869-2013 – Telefone

3869-1173 – Whatsapp

3869-1073 – Whatsapp

 

CRAS São Marcos

3869-3895 – Telefone e Whatsapp

3869-1047 – Telefone e Whatsapp

 

CRAS Figueiras

3869-3313 – Telefone e Whatsapp

3871-1608 – Telefone

 

CRAS Central

3859- 2100 – Telefone e Whatsapp

3869-3153 – Telefone e Whatsapp

3869- 3790 – Telefone

 

23/06/2020