Valinhos registra em 50 minutos quase metade da chuva do mês 

Temporal provocou alguns pontos de alagamento, mas não houve feridos nem desabrigados

Valinhos registrou uma intensa chuva na noite de sábado, que provocou alguns pontos de alagamento na cidade. Em menos de uma hora, choveu 55 milímetros, quase metade do total previsto para todo o mês de dezembro, de acordo com a média histórica do mês, que é de 120 milímetros em 31 dias. Mesmo com a forte precipitação, não houve feridos, desabrigados nem desalojados na cidade. Os serviços essenciais funcionaram normalmente no fim de semana.

"Foi uma chuva muito forte, equivalente a 55 litros de água por metro quadrado, em apenas 50 minutos", explicou o diretor da Defesa Civil de Valinhos, Eduardo Mathias. Segundo ele, a intempérie afetou vários municípios da região. Em Valinhos, foram registradas alagamentos nas avenidas Invernada, do Estado, Paulista e Imigrantes. O túnel da Fepasa ficou cheio de água. Houve queda de muro no Jardim Nova Suíça e queda de bambus sobre um veículo no Bom Retiro, sem danos ao carro. 

Parte do forro da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim São Marcos cedeu e o atendimento no local foi interrompido nesta segunda-feira (3). Os atendimentos serão reagendados e os pacientes foram avisados. Uma equipe esteve no local para providenciar o conserto do forro e a previsão é de que a UBS funcione normalmente na terça feira (4). As chuvas intensas afetaram ainda o Centro Especializado de Odontologia (CEO) e a Central Integrada de Saúde (CIS). Equipes da saúde estavam avaliando os danos provocados. 

A Defesa Civil está percorrendo o município desde a noite de sábado para fazer vistorias e monitoramento em todas as regiões, inclusive nas áreas de risco do Parque Portugal, Bosque dos Eucaliptos, Pinheirinho, Capuava e Invernada. De acordo com Mathias, a cidade está em estado de observação. Ele lembrou que a Operação Verão teve início no sábado (1) e a Defesa Civil e as secretarias municipais estão mobilizadas para atender ocorrências de chuvas. Nesta segunda (3), Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, equipes das secretarias de Saúde, de Obras e Serviços Públicos estão trabalhando para recuperar estragos provocados na cidade pelo temporal.
 

03/12/2018