Vôlei decide título da Superliga com o Flamengo neste sábado

Chegou o grande dia! Valinhos e Flamengo se enfrentam neste sábado, a partir das 11h, no Ginásio Municipal da Festa do Figo, em busca do sonhado título da Superliga Nacional B de vôlei Feminino. 

Os dois times treinaram na manhã de sexta-feira (12), já no Ginásio Municipal Vereador Pedro Ezequiel da Silva, que promete ser palco de grandes emoções.

Valinhos aposta na característica principal de seu elenco, que é a velocidade, para conquistarno campeonato e carimbar com chave de ouro o retorno à elite do vôlei brasileiro na temporada de 2020.

A comissão técnica da equipe valinhense prevê um jogo disputado contra o gigante carioca, que foi o grande rival do Vôlei Valinhos durante toda a competição. A liderança da fase de classificação foi disputada pelos dois times ponto a ponto, mas acabou ficando com Valinhos pelos critérios de desempate. A primeira colocação valinhense foi possível por conta da vitória no confronto direto com o Flamengo, por 3 a 0, dentro de casa. Esta, inclusive, foi a única derrota do clube carioca na competição.

Para o treinador valinhense, André Rosendo, o peso da camisa do Flamengo, a estrutura e o elenco do adversário carioca são as marcas mais fortes do adversário. “Estamos na final com a equipe carioca e o jogo promete ser de alto nível competitivo”, disse.

Velocidade

A velocidade é a principal virtude do Vôlei Valinhos, segundo a Comissão Técnica, que acredita que esse fator foi fundamental para um bom posicionamento na tabela durante toda a competição da Superliga B e para a conquista do direito de sediar a final em casa.

Em 11 jogos disputados na Superliga B, o Vôlei Valinhos registrou números bastante positivos. Na fase classificatória foram sete jogos, com seis vitórias e uma única derrota (apenas 4 sets perdidos). Já na quartas-de-final, a equipe de valinhense teve duas vitórias por 3 sets a 0. 

Na fase da semifinal também as meninas de Valinhos venceram duas vezes. No jogo de ida, fora de casa, a vitória em cima do Bradesco de Osasco foi por 3 sets a 0 fora. Já no emocionante jogo de volta, que foi em casa, o jogo foi de tirar o fôlego da torcida, com o placar final por 3 sets a 2, com decisão no tie-break.

De acordo com levantamentos da Comissão Técnica, nas 11 partidas disputadas pela Superliga B a eficiência da recepção do Vôlei Valinhos foi de 57%. Foram marcados 56 pontos de saque, o que resultou em uma eficiência de 66%. Além disso foram computados 93 pontos de bloqueio.

(13/04/2019)