Prefeitura otimiza número de contêineres de coleta de lixo na área central da cidade

Nova estrutura não vai prejudicar atendimento da população

Diante da grave crise financeira e da dívida com a empresa de limpeza urbana, a Prefeitura de Valinhos readequou toda a sua estrutura para manter o atendimento às demandas de corte de mato, roçada e coleta de lixo. A Secretaria de Obras e Serviços Públicos acertou com a empresa responsável uma redução de 30% no número de contêineres para a coleta de lixo na área central da cidade. “Antes, havia recipientes praticamente colados uns aos outros e ficavam praticamente vazios e ociosos”, afirmou o secretário da Pasta, Gerson Segato.

De acordo com a Secretaria, a coleta tanto de orgânicos como de recicláveis não foi impactada com a medida e continua sendo realizada diariamente na região central, de segunda a sábado, após as 18 horas.

A dispensa do lixo pode continuar a ser feita no mesmo local onde estavam os contêineres, ou nas calçadas em frente aos comércios e residências.

Assim como a otimização na distribuição dos contêineres, a Prefeitura fez uma readequação no corte de mato em toda a cidade, por conta da dívida com a empresa de limpeza urbana, que chegava a R$ 20 milhões em janeiro, dos quais R$ 3,5 milhões devidos desde 2015. Restam ainda cerca de R$ 16,5 milhões de 2016, que estão com os pagamentos negociados em parcelas para evitar a interrupção dos serviços. O trabalho continua para atender as necessidades da população.

 

20-04-2017