Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
31
31 OUT 2022
FUNDO SOCIAL
GABINETE DA PREFEITA
Participantes elogiam curso gratuito de Massas Artesanais do Fundo Social 
enviar para um amigo
receba notícias
De longe se ouve a animação do grupo do curso gratuito de Massas Artesanais do Fundo Social, da Prefeitura de Valinhos, na cozinha industrial do Centro Cultural Vicente Musselli. Ao fundo, o cheiro do molho vermelho na panela invade o ambiente. Os alunos afirmam que não conseguem apontar a massa ou o molho mais gostoso que já aprenderam. “É tudo muito bom”, resumem os participantes. Além das massas e molhos, durante as aulas são passados técnicas de conservação, congelamento, preço e mercado profissional pelo professor Fernando Yamamoto. 

O curso segue até dia 11 de novembro. “Os cursos oferecidos pelo Fundo Social têm a preocupação de levar uma aprendizagem de qualidade e com visão para se planejar para abertura de um negócio ou para quem prefira transformar seu aprendizado em algo prazeroso para a família”, descreve a prefeita Capitã Lucimara Godoy.

Iniciado no dia 11 deste mês, o curso é apostilado. “Eles aprendem a massa básica, o que permite fazer outras massas, como lasanha, macarrão. Hoje será ravioli, com recheio de muçarela e requeijão , com manjericão”, detalhou o professor. Segundo ele, o curso é bastante diversificado, com ensinamentos sobre ingredientes, as massas, inclusive as saborizadas, os molhos e a melhor combinação. 

Conforme Yamamoto, também é ensinado as técnicas de conservação e congelamento, para melhor aproveitamento da produção de massas. “Também orientou sobre precificação, como vender, sobre mercado. É um curso que permite a pessoa fazer uma boa refeição para a família, mas também pensar em abrir um negócio”, acrescentou. 

Negócios
A paixão pela cozinha foi um dos motivos que levou a Carine Antonucci, do Bairro Parque Terra Nova, a fazer o curso. “Mas eu também tenho intenção de abrir um negócio próprio. Este é o primeiro curso meu, é o passo inicial”, explicou ela, que elogiou a versatilidade do professor. “Aprendemos a massa integral, que não tinha na apostila e com outros tipos de farinhas. O bom que é tudo na prática aqui”, disse. Para ela, a surpresa foi a produção de nhoque, com uma massa leve.

Morador do Centro da cidade, Adilson Donizete Agostinho, afirmou que está fazendo o curso para cozinhar em família. “Eu gostei de tudo, não teve nada que aprendi que não gostei. Tudo muito bem ensinado e todas as massas ficaram ótimas”, elogiou. De acordo com ele, o curso ensina todo o processo. “Desde separar os ingredientes, elaboração da massa, confecção dos molhos, abrir a massa e a preparação do prato”, enumerou.

Com 83 anos, a moradora do Bairro Santa Cruz, Mafalta Trombetta Mayr, apesar de ser experiente na cozinha, diz que sempre tem coisa para aprender. “É um curso prático, com massas boas pra trabalhar e com um professor ótimo”, afirmou. Ela também se surpreendeu com o nhoque. “Gostei de aprender o ponto do nhoque”, finalizou.

A turma gostou tanto do curso e das massas que já estão planejando criar o Clube de Massas, para trocas de receitas e não perder o contato.
Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia