Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
15
15 OUT 2021
SAÚDE
Vacinação Covid-19: Prefeitura de Valinhos intensifica aplicações em pessoas com doses em atraso em posto fixo da Vigilância Epidemiológica
PROCESSANDO ÁUDIO
Intervalos entre a aplicação da 1ª dose e a 2ª agora são menores para os imunizantes Coronavac, AstraZênica e Pfizer em atendimentos às recomendações técnicas

Mantendo em alta os índices de vacinação, tanto da 1ª dose como da 2ª, dentro do cronograma do Programa Nacional de Imunização contra a Covid-19, a Prefeitura de Valinhos tem intensificado também as aplicações de doses nas pessoas que estão em atraso com as vacinas com o objetivo de garantir a eficácia comprovada dos imunizantes a partir das duas aplicações. Para isso, disponibiliza o posto fixo instalado pela Vigilância Epidemiológica para atender exclusivamente aos faltosos, como também são chamados aqueles que tomaram somente a 1ª dose e deixaram de se agendar para a 2ª dose dentro do esquema vacinal.

O posto fixo da Vigilância Epidemiológica também atende àqueles que não tomaram nem a primeira dose, a partir dos 12 anos de idade, e a idosos acima de 60 anos, profissionais da saúde, pessoas imunossuprimidas, em tratamento oncológicos e transplantadas de órgãos sólidos que estão em atraso com a dose de reforço (3ª dose). No caso deste grupo contemplado com a dose adicional, o intervalo mínimo entre a 2ª e a 3ª dose deve ser de 6 meses completos, independentemente do imunobiológico recebido anteriormente.
 
Uma mudança é com relação aos intervalos entre a 1ª dose e a 2ª que agora são menores para os imunizantes Coronavac, AstraZênica e Pfizer em atendimento às novas recomendações técnicas, já adotadas pelo serviço que oferece a aplicação da 2ª dose aos que estão há mais de 21 dias da data de vacinação da 1ª dose da Coronavac, ou há mais de 80 dias da data de vacinação da 1ª dose de AstraZeneca ou 60 dias da Pfizer sem necessidade de agendamento.

Onde e horário
O posto fixo de vacinação contra a Covid-19 da Vigilância Epidemiológica funciona em prédio anexo a UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Santana, na Avenida Brasil, nº 144, sempre das 16h00 às 18h00, de segunda a sexta-feira, por demanda espontânea, ou seja, sem a necessidade de agendamento prévio. É necessário levar documentos de identificação pessoal, comprovante de residência (para 1ª dose e 2ª dose) e comprovante da vacinação (para 2ª dose e dose de reforço). 

Dia ‘V’ da repescagem
Neste sábado, dia 16, das 8h00 às 17h00, no mesmo posto fixo e com o mesmo objetivo de aplicar o maior número possível de doses de imunizantes nos moradores do município e diminuir a contaminação pelo vírus, a Vigilância Epidemiológica promoverá um dia todo de vacinação também voltado às pessoas que estão com doses em atraso, bem como para quem ainda não tomou a 1ª dose a partir dos 12 anos de idade, ou a dose de reforço indicada aos idosos acima de 60 anos e demais pessoas que integram este primeiro grupo prioritário para receber a dose adicional.
“Em relação aos adultos, acima de 18 anos, 8 em cada 10 valinhenses já estão totalmente imunizados. Praticamente todos os munícipes acima de 12 anos de idade, ou 96,48% já receberam ao menos uma dose da vacina e caminham para a imunização completa, conforme o tempo de vacinação de 2ª dose de cada imunizante estabelecidos pelos programas nacional e estadual de imunização contra a Covid-19”, destacou a prefeita, Capitã Lucimara.
Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), órgão que aprova a eficácia e aplicação dos imunizantes no país, se um determinado imunizante prevê duas aplicações dentro do esquema vacinal significa que as duas doses são necessárias para fortalecer o sistema imunológico, deixando a pessoa mais preparada para enfrentar um possível combate ao vírus do Covid-19. O mesmo recomenda-se com relação a aplicação da dose de reforço para os atuais grupos prioritários determinados pelo Programa Nacional de Imunização contra a doença.
Fonte: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia