Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
11
11 AGO 2022
SAÚDE
Valinhos deve retomar 100% dos estoques de medicamentos em até 30 dias
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
Compra já foi homologada, incluindo 11 novos itens na cesta básica (agora em 180 tipos diferentes); fornecedores preveem à Prefeitura entrega total dos medicamentos até a primeira semana de setembro
 
 
A Prefeitura de Valinhos, por meio da Secretaria da Saúde, informa que os medicamentos faltantes da cesta municipal de padronizados (cerca de 60 tipos) devem ser entregues em até 30 dias. Na última semana, foi homologada a compra dos 180 medicamentos que compõem a cesta, já com os 11 novos tipos que foram incluídos. Com isso, a previsão é de que até a primeira semana de setembro, 100% dos medicamentos estejam disponíveis nas farmácias do município. Mesmo com a pandemia e a falta de insumos nacional, desde o final do ano passado a Prefeitura tem trabalhado com a maioria dos medicamentos da cesta em estoque e nas farmácias, cerca de 70% do total, mesmo com o aumento de 222% da demanda em 2022, comparado a 2019, com média de 20 mil receitas atendidas neste ano, enquanto em julho de 2019 foram 6.200.
 
“Determinei a inclusão de mais 11 medicamentos na cesta para atender toda a demanda da população da cidade. Agora estamos aguardando os procedimentos técnicos para a entrega dos 180. Neste momento os laboratórios estão entrando com a documentação e o restante do processo todo, até a entrega dos medicamentos, deve levar até 30 dias. Enfrentamos diversas dificuldades, assim como mais de 80% das cidades do Brasil, para comprar os remédios, mas colocamos como principal meta e estamos cumprindo com todo respeito e transparência que a população merece por direito”, afirmou a prefeita Capitã Lucimara.
 
De acordo com o secretário da Saúde, Dr. Luiz Gabriel Signorelli, o foco está em agilizar o processo. “Estamos trabalhando para assinar os contratos o mais rápido possível, claro, dentro de todas as legalidades necessárias, mas focando no recebimento dos medicamentos no prazo estabelecido”, comentou.
 
Além dos medicamentos faltantes, a Prefeitura incluiu na cesta de padronizados e homologou a compra de mais 11 novos itens, aumentando a oferta de remédios gratuitos na rede pública de saúde. De acordo com a Secretaria da Saúde, os novos medicamentos são: Amoxicilina + Clavulanato 50mg + 12,5mg Suspensão oral; Pirimetamina 25mg; Retinol Vita 50.000 UI Gotas; Óleo AGE; Sulfadiazina de Prata; Varfarina Sódica 5mg; Ivermectina 6mg; Amoxicilina + Clavulanato Comprimido; Finasterida 5mg; Mesilato de Doxazosina 2mg e Vitamina D 5.000UI Comprimido.
 
Entre os principais fatores que geraram o atraso no fornecimento dos medicamentos está a pandemia, que afetou a entrega de matéria-prima que vem da Índia e da China principalmente, maiores produtores do mundo, e tem causado estes atrasos e faltas em praticamente todas as cidades do Estado. Isso também se deve, além do recente lockdown em alguns locais na China, à guerra na Ucrânia, que afetou diretamente a logística do transporte de produtos em escala global e, assim, as importações de medicamentos.
 
Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia