Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
10
10 AGO 2022
SAÚDE
Valinhos confirma 1º caso da Varíola dos macacos (Monkeypox)
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
A divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Valinhos confirmou, na tarde desta terça-feira, dia 9, o 1º diagnóstico positivo, em teste confirmado pelo Adolfo Lutz, da Varíola dos macacos (Monkeypox). 

O paciente é um homem, de 24 anos, sem comorbidades, que passa bem, somente com lesões na pele, sem sintomas, com monitoramento pela Vigilância e em isolamento domiciliar. Os contactantes, familiares, também estão em monitoramento, porém não apresentam sintomas até o momento.

A Saúde de Valinhos reforça a importância do diagnóstico precoce, como forma, ao mesmo tempo, dos cuidados com o paciente e, sobretudo, a interrupção da cadeia de transmissão, com foco na saúde e segurança de todos.

Ainda, a Saúde de Valinhos reforça que, embora o termo seja Varíola dos macacos, a transmissão é entre humanos e não envolve macacos.
Importante destacar, também, o correto procedimento adotado pela paciente, em procurar de imediato o serviço de Saúde e seguir as diretrizes determinadas em protocolo. 

Há na cidade outros 4 casos suspeitos, que passaram pelos serviços de Saúde, estão em monitoramento e aguardam resultado do Adolfo Lutz.

A Saúde de Valinhos participou de diversas capacitações sobre o tema, de forma a preparar os profissionais para as ações e protocolos necessários.

Informações do Ministério da Saúde sobre sintomas:

Os sinais e sintomas, em geral, incluem:
•    Erupções cutânea ou lesões de pele
•    Adenomegalia - Linfonodos inchados (ínguas)
•    Febre
•    Dores no corpo
•    Dor de cabeça
•    Calafrio
•    Fraqueza

O intervalo de tempo entre o primeiro contato com o vírus até o início dos sinais e sintomas da monkeypox (período de incubação) é tipicamente de 3 a 16 dias, mas pode chegar a 21 dias. Após a manifestação de sintomas como erupções na pele, o período em que as crostas desaparecem, a pessoa doente deixa de transmitir o vírus a outras pessoas. As erupções na pele geralmente começam dentro de um a três dias após o início da febre, mas às vezes, podem aparecer antes da febre. As lesões podem ser planas ou levemente elevadas, preenchidas com líquido claro ou amarelado, podendo formar crostas, que secam e caem. O número de lesões em uma pessoa pode variar de algumas a milhares de lesões. As erupções tendem a se concentrar no rosto, na palma das mãos e planta dos pés, mas podem ocorrer em qualquer parte do corpo, inclusive na boca, olhos, órgãos genitais e no ânus.

Transmissão:
A principal forma de transmissão da monkeypox ocorre por meio do contato direto pessoa a pessoa (pele, secreções) e exposição próxima e prolongada com gotículas e outras secreções respiratórias.

A infecção também pode ocorrer no contato com objetos recentemente contaminados, como roupas, toalhas, roupas de cama, ou objetos como utensílios e pratos, que foram contaminados com o vírus pelo contato com uma pessoa doente.

Já a transmissão por meio de gotículas, normalmente, requer contato próximo prolongado entre o paciente infectado e outras pessoas, o que torna trabalhadores da saúde, familiares e parceiros íntimos, pessoas com maior risco de infecção.

Uma pessoa pode transmitir a doença desde o momento em que os sintomas começam até a erupção ter cicatrizado completamente e uma nova camada de pele se formar. A doença geralmente evolui para quadros leves e moderados e pode durar de 2 a 4 semanas.
Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia