Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
20
20 SET 2022
EDUCAÇÃO
Esforços da Educação de Valinhos no período mais crítico da pandemia colaboraram para índices satisfatórios no Ideb de 2021
enviar para um amigo
receba notícias
A rede municipal de ensino de Valinhos apresentou posições consideradas satisfatórias, face as condições impostas nos momentos críticos da Pandemia, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) que apresentaram os resultados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ano de 2021, no último dia 16. A avaliação sobre os indicadores feita pela Secretaria de Educação, vinculada à Prefeitura de Valinhos, leva em conta a análise dos dados na fase mais crítica da pandemia da Covid-19, comparado com 2019, quando em meados do ano iniciou-se o sistema remoto das aulas na rede. Nos anos iniciais, assim como nos anos finais do Ensino Fundamental, Valinhos praticamente manteve em 2021 os mesmos índices nas notas de 2019, além de apresentar um dos percentuais mais baixos de oscilação na média entre as cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

Assim como em praticamente todo o país, e conforme os dados do Ideb, em 2019 todas as cidades da RMC apresentaram alterações na nota no comparativo com 2021, sendo que a rede municipal de Valinhos apresentou nos anos iniciais do Ensino Fundamental I, do 2º ao 5º ano, o índice 6,50 contra 6,20 em 2021, com uma pequena margem de diferença, sendo um dos percentuais mais baixos da RMC (- 4,62%). Já nos anos finais do Ensino Fundamental II, do 6º ao 9º ano, Valinhos teve índice de 5,60 em 2019 e de 5,40 em 2021, também com uma reduzida alteração entre as notas no percentual (-3,57%).

Para a prefeita Capitã Lucimara, os investimentos projetados em 2021, no início do governo, e já em implantação neste ano de 2022 (como os novos projetos pedagógicos, a integração entre Tecnologia e Educação, os investimentos em Educação Especial, as capacitações permanentes dos professores, entre outros avanços, que podem ser acessados neste link - https://www.valinhos.sp.gov.br/portal/noticias/0/3/53323/prefeitura-de-valinhos-avanca-em-investimentos-nas-areas-humana-pedagogica-e-de-infraestrutura-da-educacao-municipal/ ), são fundamentais para recuperar os prejuízos causados pela Pandemia bem como elevar a qualidade de ensino da cidade, com os esforços e dedicação de toda a equipe a da Educação.

“Na nossa avaliação, apesar das consequências da crise sanitária na educação, na fase mais crítica da pandemia e no primeiro ano de nosso governo, em 2021, apesar dos conteúdos pedagógicos terem sofrido prejuízos com a necessária introdução do sistema de ensino remoto, que impôs grandes desafios a todos da Educação, seus educadores, alunos e familiares, buscamos de todas as formas, com um planejamento sério e formação contínua dos professores, inclusive na nova forma de passar os conteúdos digitalmente, vencer esta difícil etapa no aprendizado de nossos estudantes e principalmente manter a qualidade de ensino na rede municipal de Valinhos. Agradecemos a todos os profissionais da Educação que arduamente trabalharam para os bons índices no Ideb”, destaca a prefeita.

A secretária de Educação, Claudineia Vendemiatti Serafim, detalha várias ações que foram implantadas no decorrer de 2021, para minimizar os efeitos da pandemia no processo educacional da rede municipal e agora no ano de 2022 para o alcanço das metas propostas dentro do novo Programa Municipal Valinhos Educação Inovadora.

“Dentro desse contexto educacional atípico imposto pela pandemia da Covid-19, que, para além do período de suspensão das atividades de ensino, levou a nossa rede municipal a adotar novas mediações de ensino e a rever os currículos e critérios de ensino, todas as medidas que visavam mitigar os impactos e que se alinhavam a recomendações do Conselho Nacional de Educação (CNE) e de organismos internacionais, como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), foram adotadas no ano passado. Como a prefeita Capitã Lucimara costuma dizer, que se em 2021 foi um ano de grandes mudanças na forma de ensinar, o ano de 2022 em nossa cidade está sendo o de revolucionar com novos projetos e investimentos, para que em 2023 tenhamos uma nota ainda mais próspera no Ideb, com a implementação de políticas públicas que visem à melhoria do processo educacional, em particular, no cenário pós-pandemia”, diz Claudineia.

Nestes últimos quase 9 meses, a Prefeitura, com o olhar cuidadoso da Secretaria de Educação que está sustentada no Plano de Governo da Prefeita Capitã Lucimara, tem promovido uma série de ações que avançam no aprimoramento da qualidade do ensino da rede municipal, por meio de investimentos nas áreas humana, pedagógica e de infraestrutura.

Com esses três pilares, a partir do retorno presencial das aulas em fevereiro, após o período mais crítico da pandemia da Covid-19, os educadores passaram a contar com novas e contínuas capacitações, o quadro de professores ganhou mais profissionais, os alunos receberam kits de matérias pedagógicos inovadores, sendo o Mind Lab, Majog e Leitura em Minha Casa, e uma nova rotina de recuperação e reforço escolar passou foi implementada, assim como a implantação de Salas de Recursos na Educação Especial.

Houve ainda a ampliação das vagas nos CEMEI’S (Centros Municipais de Educação Infantil) com a entrega de duas creches, nos bairros São Luiz e Palmares, e a reforma em andamento de uma unidade no Capuava que juntas atenderão aproximadamente 380 alunos quando estiverem funcionando com 100% de capacidade.

Além disso, houve investimento na área tecnológica, com a implantação de fibra óptica em 100% das unidades escolares e a disponibilidade de equipamentos digitais para uso nas salas de aula que está revolucionando a forma de ensinar nas escolas da Prefeitura de Valinhos, entre eles lousas digitais, projetores smart atualmente em instalação, e notebooks para os professores aplicarem os conteúdos em sala de aula.

Saiba mais

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi criado em 2007 e reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. O Ideb é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

O Ideb agrega ao enfoque pedagógico das avaliações em larga escala a possibilidade de resultados sintéticos, facilmente assimiláveis, e que permitem traçar metas de qualidade educacional para os sistemas. O índice varia de 0 a 10. A combinação entre fluxo e aprendizagem tem o mérito de equilibrar as duas dimensões: se um sistema de ensino retiver seus alunos para obter resultados de melhor qualidade no Saeb, o fator fluxo será alterado, indicando a necessidade de melhoria do sistema. Se, ao contrário, o sistema apressar a aprovação do aluno sem qualidade, o resultado das avaliações indicará igualmente a necessidade de melhoria do sistema.
Fonte: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia