Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
26
26 MAI 2023
SAÚDE
Prefeitura alerta para a importância das visitas dos agentes de combate à dengue
enviar para um amigo
receba notícias

Monitoramento nos bairros é feito diariamente através de vistorias nas residências


As ações de prevenção à dengue continuam intensificadas em Valinhos. A Prefeitura, por meio da Secretaria da Saúde, alerta para a importância de os moradores receberem os agentes de combate de endemias em suas casas. São esses profissionais que realizam diariamente o monitoramento dos bairros através de visitas nas residências, busca de suspeitos e orientação para os cuidados necessários na luta contra o Aedes aegypti.

O supervisor de campo da Vigilância em Zoonoses, Cristiano Dias Venâncio, esclarece como a população pode identificar os agentes. “O munícipe deve observar que todos portam um crachá de identificação com os dados pessoais e estão sempre uniformizados com colete, camiseta ou jaqueta azul contendo o brasão da Prefeitura. Além disso, trabalham em dupla ou grupo e os carros oficiais circulam pelo bairro”, explicou.

Miriam Lopes Justino, de 73 anos, é moradora do bairro Vila Progresso e recebeu a visita dos agentes na última semana. “Acho muito importante. Muitas pessoas não abrem o portão, acabam perdendo as orientações e, infelizmente, podem pegar a doença por falta de informação. Eu tive dengue recentemente e a experiência foi horrível”, comentou.

Busca Ativa

Quando ocorre caso positivo os agentes realizam a ‘Busca Ativa’, com avaliação no local em que a pessoa mora para detectar possíveis criadouros do mosquito e disseminação de outros casos nas redondezas. A busca de novas pessoas com sintomas é feita em um raio de 500 metros, com visita em todos os imóveis. Se encontrado suspeito, todos os dados são anotados e é feito o encaminhamento para o exame de sorologia, além das orientações necessárias. Também é feito o ‘Bloqueio e Controle de Criadouros’, que consiste na eliminação de materiais com água parada e presença de larvas do mosquito junto com o morador, para que ele entenda na prática a importância dos cuidados preventivos.

Nilton Alexandre Godoi, 43 anos, também morador do Vila Progresso, entende que a prevenção é um trabalho coletivo. “As visitas são super importantes para a sociedade, mas cada um precisa fazer o seu papel dentro do seu espaço. Não adianta nada apenas uma pessoa cuidar e o restante da vizinhança não. A união é essencial para a proteção de todos”, alertou.

Imóveis abandonados ou em situação de risco para proliferação do mosquito são notificados e acompanhados pelas equipes responsáveis, enquanto as casas fechadas são registradas como ‘pendência’ para que os agentes voltem em outro momento, inclusive à noite. Palestras também são levadas às escolas com o objetivo engajar e informar os alunos e servidores sobre a importância de enfrentar o transmissor da dengue, além do aspecto coletivo dessa tarefa, os cuidados necessários e as dicas de como eliminar os criadouros.

O balanço atualizado nesta quarta-feira (24) mostra que Valinhos registrou 152 casos positivos de dengue neste ano, sendo 118 autóctones e 34 importados, além de 2.217 descartados.

Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia