Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
12
12 MAR 2024
GABINETE DA PREFEITA
SAÚDE
Dengue: Valinhos cria comitê de combate à dengue
Foto Noticia Principal Grande
Jardim Pinheiros começa a receber nebulização nesta semana - Crédito: Gabriela Angeli (PMV)
enviar para um amigo
receba notícias
Cidade anuncia ampliação de ações de enfrentamento à doença

A Prefeitura de Valinhos anuncia nesta terça-feira, dia 12, a criação do Comitê Municipal de Prevenção e Controle de Antropozoonoses, para acompanhar e estabelecer estratégias e ações voltadas à prevenção da dengue e outras arboviroses. O decreto na íntegra sairá nos Atos Oficiais desta terça-feira e foi resultado de reunião conjunta realizada nesta segunda-feira (11), a partir de convocação feita pela prefeita de Valinhos, Capitã Lucimara Rossi de Godoy.

A reunião contou com a participação do presidente da Comissão Permanente de Higiene e Saúde da Câmara Municipal de Valinhos, Alexandre Japa; do vereador e membro da comissão, Marcelo Yoshida; do representante da Santa Casa de Valinhos, Fernando Pozzuto; do secretário e diretoras da Secretaria de Saúde; e dos secretários das pastas de Assuntos Jurídicos, Governo, Serviços Públicos e Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente.

Até esta segunda-feira (11) a cidade estava com mais de 1.084 casos confirmados de dengue. De acordo com a Secretaria de Saúde, neste período do ano eram previstos 300 casos de dengue a cada 100 mil habitantes, o que caracteriza uma epidemia. Contudo, o número tem sido de 800 casos a cada 100 mil pessoas em Valinhos.

“Os casos de dengue estão acima da expectativa esperada para esse período. A intenção da criação do comitê é realmente formalizar a ampliação das medidas de enfrentamento, além de estudar conjuntamente se vamos acompanhar o Estado e a região na situação de emergência e os próximos passos a partir de agora”, disse a prefeita de Valinhos, Capitã Lucimara Rossi de Godoy.

AÇÕES EM ANDAMENTO

O secretário de Saúde, João Gabriel Vieira, reforçou que toda a região está em um período que precisa intensificar as ações. “Mesmo com Valinhos já tomando medidas de enfrentamento, o pico da doença deve ocorrer entre abril e maio. Então precisamos já estar preparados para o aumento no número de casos, tal como é esperado na região e em todo o Brasil”, disse.

Ainda segundo o secretário, a cidade tem atualmente capacidade de resposta, mas prepara-se para o aumento do número de casos positivos. A cidade já tem promovido ações de buscas ativas, nebulização, bloqueio e controle de criadouros e ações de conscientização.

CLIMA E PROLIFERAÇÃO

A Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Valinhos, Cláudia Maria dos Santos, explicou que o clima quente tem colaborado ao aumento no número de casos. “O ciclo de reprodução do mosquito é 36 dias na temperatura fria. O ciclo médio é de 12 dias e no calor cai para oito dias. Por isso, a importância da atenção de cada pessoa, olhando cada canto de sua casa, para eliminar qualquer recipiente que possa ser criadouro do mosquito”, falou.

A Diretora de Divisão de Vigilância em Zoonoses, Marli Aparecida Silva, também explicou sobre a ação de nebulização em andamento. “Nesta semana começamos com o fumacê na região do Jardim Pinheiros, que segue atendendo via critério técnico. Ele consegue eliminar o mosquito adulto, aquele que já está contaminado, é uma ação focal. Mas exterminar os criadouros é a essência do combate, o que acumula água é que tem que ser eliminado”, disse Marli.

Na reunião ainda foi explicado que as ações de busca ativa serão intensificadas. A equipe de endemias receberá três novos veículos e também contará com a ajuda de fiscalização aérea, com o uso de drones da Guarda Civil Municipal de Valinhos. “A ação é para vistoria em imóveis fechados, facilitando a visualização de possíveis focos, e já iniciamos nesta semana”, explicou Cláudia.

RETAGUARDA

Valinhos não teve óbito pela doença em 2024. Mesmo assim, a Secretaria de Saúde já se estrutura para ampliar o atendimento aos usuários.

A pasta informou que o número de internados tem sido baixo. Também reforçou que realizou a compras de insumos e testes necessários. “Há algumas cidades que estão sofrendo com isso, mas em Valinhos já temos insumos em estoque. Também haverá reforço de mais um médico na UPA, para não diminuir a quantidade de fichas por hora”, disse o secretário de Saúde.

Outra novidade já anunciada pela pasta e que inicia nesta semana é a extensão do atendimento de testagem, que a partir de terça-feira (12) poderá ser feito nas UBS São Marcos, Jardim Paraíso e Bom Retiro. As unidades atenderão pacientes com sintomas de dengue por livre demanda entre as 16h e 19h, de segunda a sexta-feira. O objetivo é dar mais opções aos moradores, para que não precisem ir até a UPA.

ELIMINAÇÃO DE CRIADOUROS

Durante a reunião foi reforçada a necessidade de engajamento da população na eliminação de criadouros. “A eliminação de criadouros, para não deixar água parada, é a essência do combate à dengue. Todos devem assumir sua responsabilidade e colaborar deixando seus quintais e imóveis livres de qualquer acúmulo de água”, relembrou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde.

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada em recipientes que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, latões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Ações de zeladoria também foram debatidas na reunião de segunda-feira (11). A Prefeitura de Valinhos já se estrutura para antecipar a campanha de cata-bagulho e para notificar em massa os proprietários de terrenos com mato alto ou que precisam de limpeza e manutenção. Imobiliárias, síndicos de condomínios e diretores das escolas municipais também serão convidados a participarem das ações de combate à dengue.

 

Fonte: Prefeitura de Valinhos
Autor: Departamento de Gestão e Jornalismo
Local: Valinhos
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia