Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
30
30 JUN 2022
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Ginástica no Centro do Idoso é sinônimo de saúde e alegria para 3ª Idade
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
Presença masculina ainda é pequena, mas os idosos que participam convidam os demais 

Acordar às 7h30, às terças e quintas-feiras, não é nenhum problema para os 76 idosos que participam da ginástica no Centro de Convivência do Idoso (CCI). Vinculado à Secretaria da Assistência Social da Prefeitura de Valinhos, o espaço nestes dias vira sinônimo de saúde e muita diversão, entre abaixar, erguer os braços, virar para a esquerda, se mexer. Atividade em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer (SEL), os reflexos são sentidos na prevenção a doenças e no alto índice de longevidade.

Atualmente, o CCI tem um pouco mais de 1,3 mil idosos cadastrados. “A alegria que toma conta do Centro do Idoso é contagiante. Não há quem não frequente ou vá para os eventos no local e não perceba a energia boa que existe por lá. Além do aspecto social, que é muito importante, tem as atividades físicas e mentais que são muito importantes para a qualidade de vida deles”, avalia a prefeita Capitã Lucimara Godoy. 

Esta qualidade de vida já reflete nas estatísticas brasileiras. Valinhos é considerada hoje a cidade mais longeva do Estado de São Paulo, segundo dados da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados). “No Centro do Idoso todas as atividades são pensadas de forma global, para a manutenção da saúde com qualidade”, afirma o secretário da Assistência Social, Argeu Alencar da Silva.

Ministrada pela professora Cláudia Wiffler, da SEL, ela percebe o estado de saúde dos usuários e muitos relatam melhora em seu físico e humor. “Eles comentam sobre a saúde deles, principalmente depois que voltam dos médicos e com os resultados dos exames. Dizem que se sentem bem, mas é visível. Se levantam, sentam, caminham bem”, enumera ela, que diz que trabalhar com os idosos é extremamente prazeroso.

Quem pensa que ela alivia porque eles têm cabelos brancos, se enganou. Os idosos não param nesta uma hora de atividade. Mexem com os braços, viram para a direita, fazem exercícios com bastão, levantam os pés e ela ainda pergunta: “vamos repetir tudo de novo?”. Os idosos riem e repetem mais uma série da atividade.

O objetivo da atividade física para o Idoso, desenvolvido no CCI, visa aumentar a tonicidade muscular e prevenção de quedas. Segundo a professora, as consequências são melhora da pressão, melhora a saúde global do idoso, promovendo um envelhecimento saudável e ativo.

Vem para o CCI
O Seu Sebastião Augusto, de 88 anos, frequentador da ginástica há 32 anos, é um exemplo de qualidade de vida. “Eu não tenho diabetes, mas tenho a pré-diabetes. Com a atividade física, controlo tudo. Venham fazer atividade física”, convida ele. Segundo ele, melhora tudo - o corpo, o humor, a saúde. 

O convite é endereçado a todos os idosos, mas particularmente aos homens, que ainda são uma raridade no grupo. Dos 76 usuários, divididos em 30 no grupo da manhã, com aulas das 7h30 às 8h30, e 46 no período da tarde, com atividades das 13h30 às 14h30, somente sete são homens. Destes, cinco vêm pela manhã, enquanto dois frequentam as aulas à tarde.

O casal José Lima de Carvalho, de 80 anos, e Maria Conceição Cazzador, de 77 anos, frequentam a ginástica há mais de 15 anos. “A gente fica animada, faz amizade, se sente bem. Aqui é o melhor lugar”, conta a Dona Maria Conceição, lembrando que o casal veio de São Paulo. Segundo ela, eles acordam às 5 horas para dar tempo de se preparar para os exercícios, o que inclui o banho e o café da manhã. 

Há dois anos, a Dona Vera Lúcia Mazoco Ruaro, de 67 anos, se mudou de São Paulo para Valinhos. “Foi a melhor coisa que fiz. Não tenho saudades”, revela ela, que também frequenta a Oficina da Memória. Usuária desde maio deste ano, a ginástica incorpora o novo estilo de vida, em que se cuidar é a tônica.

No caso específico desta atividade física é necessário atestado de um médico cardiologista. Também é instruído ao grupo sempre trazer sua garrafinha d'água e vestir roupas confortáveis e tênis.

O CCI oferece ainda aos idosos outras seis atividades. Entre elas aulas de violão, lian gong, oficina de memória, croche, jogos de salão, teatro, além da ginástica. Há ainda o Projeto Peixe & Cia, em conjunto com o DAEV (Departamento de Águas e Esgoto de Valinhos), em que o frequentador pode pescar às terças e quintas-feiras, a partir das 7 horas, na Lagoa das Figueiras.

Participação
Para participar do grupo é necessário ir à reunião de acolhimento, que acontece quinzenalmente, no Centro do Idoso. O encontro possibilita ao idoso conhecer os serviços  prestados pelo CCI, tais como aquisição do passe idoso, atendimento social (com referenciamento no CRAS) e outros, e as atividades.

Em função do período de férias no mês de julho, excepcionalmente, não terá reunião de acolhimento. As próximas estão previstas para os dias 19 e 26 de agosto.

Para mais informações ligar para o telefone (19) 3869-2013 ou Whatsapp 3829-1337.









Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia