Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
11
11 AGO 2022
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Coordenadoria Especial de Políticas para Mulheres da Prefeitura de Valinhos promove roda de conversa sobre violência doméstica
enviar para um amigo
receba notícias
A Coordenadoria Especial de Políticas para Mulheres (CEPM) e o CRAS do Jardim Figueiras, ambos vinculados à Secretaria da Assistência Social da Prefeitura de Valinhos, promoveram uma roda de conversa sobre Violência Doméstica, durante o último Encontro de Mobilização de Mulheres, ocorrido na quarta-feira (10), na paróquia da Comunidade Nossa Senhora das Graças. A palestrante foi a coordenadora do projeto Guardiã Maria da Penha, a subinspetora da GCM Rose Santos.

“Nossa coordenadora do Guardiã Maria da Penha fez uma explanação sobre a origem da Lei Maria da Penha, a medida protetiva e como detectar o início da violência doméstica, além de como pedir ajuda”, detalhou a prefeita Capitã Lucimara Godoy, que tem dado apoio a todas iniciativas que visam ao bem-estar físico, mental e emocional das mulheres que estão em Valinhos. 

No mês passado, a cidade aderiu a três importantes projetos no combate à violência feminina. Assinou convênio com os programas TODAS in-Rede, voltado para mulheres com deficiências; com o Acolhe, que garante parceria com o Instituto Avon e uma rede de hotéis, permitindo que mulheres tenham abrigo ao sair de um lar violento; e a adaptação do Fluxograma, via Secretaria da Assistência Social, que permite detectar mulheres que buscaram atendimento na Rede Básica de Saúde.

"Foi um prazer estar participando desse encontro e debatendo temas inerentes aos conceitos de Violência Doméstica contra a Mulher. Sentimos a necessidade de levar esse conhecimento a todas as mulheres e que essas vozes não se calem frente à violência doméstica”, enfatizou a subinspetora da GCM e coordenadora pelo projeto Maria da Penha, Rose Santos. 

Já a responsável pela Coordenadoria Especial de Políticas para Mulheres (CEPM), Marilene Santos, se mostrou satisfeita com a adesão ao grupo de novas mulheres ao movimento. “O grupo de mulheres formado há mais de um mês vem crescendo a cada encontro. Isso mostra que estamos no caminho certo, mobilizando a comunidade, proporcionando o convívio em grupo e a troca de experiência”, enumerou a coordenadora. Ela acrescentou ainda que o grupo tem realizado trabalho artesanal, visando à geração de renda e momento de descontração.

Na opinião da psicóloga e coordenadora do CRAS, Michele Fassoli, a iniciativa do projeto Encontro de Mobilização de Mulheres traz muitos frutos à comunidade. “Ações de conscientização de combate à violência contra a mulher são fundamentais para que elas se sintam fortalecidas, seguras e saibam que não estão sozinhas ao decidir denunciar”, acrescentou a psicóloga e coordenadora do CRAS. 

Segundo ela, a palestra foi produtiva. “A palestra foi maravilhosa. As mulheres amaram. O encontro foi bem descontraído e muito esclarecedor. Estamos muito felizes com esse trabalho em parceria entre o CRAS Figueiras, a Coordenadoria Especial de Políticas para as Mulheres e a Patrulha Maria da Penha. Tenho fé que é só o começo”, afirmou. 

As participantes do encontro aprovaram a iniciativa. “Muitas vezes acontecem várias coisas e a gente não sabe. Nunca foi explicado a Lei Maria da Penha. Agora a gente sabe. Foi ótimo”, afirmou a moradora Ana Josefina de Oliveira Fernandes, de 75 anos. Para a outra moradora Vilma, o encontro deve repetir mais vezes. “As informações foram bem esclarecedora e todo o grupo gostou”, garantiu ela. 

Projeto-piloto
O projeto-piloto do Encontro de Mobilização de Mulheres entrou em vigor na quarta-feira passada (13), com apoio da Comunidade Nossa Senhora das Graças, com a presença de mais de 20 mulheres. O encontro acontecerá toda quarta-feira, às 13h30.
Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia