Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
17
17 MAI 2024
ASSISTÊNCIA SOCIAL
SAÚDE
Caminhada conscientiza sobre exploração de crianças e adolescentes e luta antimanicomial
enviar para um amigo
receba notícias
Denúncia pode ser feita de forma anônima 
Com faixas, cartazes e músicas, crianças e adolescentes de várias entidades, com apoio das Secretarias de Assistência Social e da Saúde da Prefeitura de Valinhos, caminharam pelas ruas centrais para emprestar a sua voz a quem precisa de ajuda. Esta sexta-feira (17) serviu para dar dupla visibilidade ao ser humano, focando no combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes e também na luta antimanicomial.

O dia 18 de maio é reconhecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes e também como o Dia Nacional de Luta Antimanicomial. As novas gerações já aprenderam a importância de ambas as datas, não como momento de festividade, mas de conscientização sobre direitos e deveres.

O morador do Bairro São Marcos, A.L.O.B, de 16 anos, apesar de nunca ter presenciado uma agressão a crianças e jovens garantiu que a denúncia é o melhor caminho. “Precisa ajudar a pessoa em perigo para que isto não acontece mais”, afirmou ele, que lembrou do papel do Conselho Tutelar nesta luta.

Há muito tempo estas datas deixaram de ser apenas uma caminhada pelas ruas. “Este é o segundo ano que participamos. A caminhada serve para dar visibilidade ao problema. É preciso ter todos os olhos sobre agressores”, incentivou a presidente da Associação Cristã Acolher Cuidar Ensinar e Servir (ACES), a assistente social Clara Queiroz. 

Já o poder público acredita que é preciso cada um fazer a sua parte. “Estamos aqui para dar voz a quem não tem”, afirmou a prefeita Lucimara Godoy, que lembrou que a cidade investiu no Programa Olho Vivo de monitoramento 24 horas, visando ampliar a sensação de segurança na cidade e ajudar na elucidação dos crimes.

Além de reforçar a segurança, o secretário de Assistência Social e Segurança Pública e Cidadania, Argeu Alencar da Silva, reforçou a importância da conscientização pelas datas por meio de caminhada. “Eventos desta natureza servem para trazer consciência sobre a situação. Se for preciso, denunciem”, avisou o secretário. 

Denuncie!
As denúncias devem ser feitas pelo 156 da GCM e 190 da PM em situação de emergência ou urgência. As demais situações podem ser levadas ao Conselho Tutelar da cidade ou fazer a denúncia de forma anônima pelos Disque 181 ou 100.
Fonte: Prefeitura de Valinhos
Autor: Departamento de Gestão e Jornalismo
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia