Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
31
31 MAR 2022
CULTURA
Após reforma e revitalização, estação Ferroviária será utilizada como equipamento cultural 
Foto Noticia Principal Grande
Depois da obra
enviar para um amigo
receba notícias

Projeto foi baseado no conceito de manutenção arquitetônica, conciliando a modernização e urbanismo do entorno 

 

A Prefeitura de Valinhos, por meio da Secretaria da Cultura em parceria com a Associação de Preservação Histórica de Valinhos (APHV), está desde março do ano passado investindo na reforma e revitalização da Estação Ferroviária de Valinhos, onde está o Museu Municipal Fotógrafo Haroldo Ângelo Pazinatto. Com a inauguração nesta sexta-feira (1º de abril), o trabalho começou com a limpeza e dedetização predial até a iluminação, que passou a ser de lâmpadas de LED. A ideia é transformar a estação em história viva, utilizando o espaço como equipamento cultural.

“Foi um investimento na história da cidade. Não para ficar um local estagnado, mas sim para abrigar a movimentação cultural, com ações em prol da população”, explicou a prefeita Capitã Lucimara Godoy. Segundo ela, o trabalho contou com o auxílio também das Secretarias de Serviços Públicos (SSP) e de Mobilidade Urbana. 

O projeto foi baseado no conceito de manutenção arquitetônica, conciliando a modernização e urbanismo do entorno. “A primeira ação foi promover a limpeza do local, com corte de matos, e a dedetização predial”, relembrou o secretário da Cultura, Ricardo do Vale. Segundo ele, foi necessário rever a parte hidráulica e elétrica do prédio, que era antiga, além de troca de vidros.

“Também foi feita a pintura predial, tanto interna como externa. A preocupação foi sempre manter as características arquitetônicas”, acrescentou o secretário. Outra mudança necessária foi a iluminação interna e externa, que passou a ser de LED. “Também foi preciso investir na modernização das estantes, que foram doadas pela associação de preservação. Foi preciso repaginar a área interna, organizando a cronologia histórica”, explicou o secretário.

Cultura viva

Na Estação foram colocados totens informativos de aço inox. “No local terá ações culturais. Vamos transformar o espaço histórico num espaço vivo”, garantiu o secretário da Cultura. Entre as ações estão o Projeto Estação Cultural, que será debates e eventos; o Papo na Estação, que prevê encontros com músicas; e exposições, entre outros. 

“Estamos trabalhando no Projeto Museu Escola, que deve vigorar ainda este ano, que visa levar as crianças da cidade para dentro do museu em visitas organizadas”, detalha o secretário. Para ele, transformar o museu em equipamento cultural é manter a história viva, com a ocupação do espaço público, levando o valinhense a cuidar da sua preservação.

O complexo ferroviário é o único patrimônio histórico em concessão à Prefeitura de Valinhos pelo governo federal, onde está o Museu e Acervo Municipal Fotógrafo Haroldo Ângelo Pazinatto.  

Antes da obra
 
Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia