Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
12
12 AGO 2022
SEGURANÇA PÚBLICA
Prefeitura repassa carro de som na região agrícola para reforçar campanha contra incêndio
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO

A Prefeitura de Valinhos, por meio da Defesa Civil de Valinhos, vai repassar nos bairros agrícolas que ficam às margens da Rodovia Anhanguera, a mensagem de conscientização sobre os perigos do fogo e consequências de incêndios que estão sendo transmitidas via carro de som. Nesta sexta-feira, dia 12, está prevista a visita a região do Capivari, Macuco, Reforma Agrária, e na sequência, neste sábado, dia 13 e na próxima segunda-feira, dia 15, a volta aos bairros Vale Verde, Joapiranga e Country Club. De acordo com o Corpo de Bombeiros, em julho foram registradas 33 ocorrências de incêndios, e até esta quarta-feira, dia 10, foram 13 situações, ou seja, cerca de um registro por dia.

A prefeita Capitã Lucimara Godoy destacou que a campanha sonora, dentro da Operação Estiagem 2022, visa levar a mensagem de conscientização para que a população colabore e não coloque fogo em lixo, na mata e em nenhum lugar, até porque atear fogo é considerado crime ambiental, sujeito a multa. "O serviço de som é eficiente, pois leva a mensagem para dentro da casa das pessoas e também é disseminado rapidamente na região atingida. Queremos conscientizar a população sobre os perigos do fogo e o quanto é prejudicial para saúde", explicou a prefeita.

De acordo com o diretor de Defesa Civil, Marcos De Paula, o órgão vai continuar com a campanha e repassar a mensagem por meio do carro de som para fixar a conscientização entre os moradores. Ele ressaltou que atear fogo de qualquer forma, ainda que de forma doméstica, é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais (9.605/1998). "Um exemplo clássico desse tipo de crime é a queimada de lixo doméstico, que emite poluição na forma de fumaça, causa risco de incêndio para as habitações locais, destrói a vegetação e pode causar a morte de animais que ocupem as redondezas", descreveu o diretor.

Na semana passada, por exemplo, um fogo ateado dentro de uma propriedade no bairro Joapiranga acabou virando um incêndio, que precisou ser controlado pelo Corpo de Bombeiros. A ocorrência foi ao lado de um abrigo de cachorros, chegou a ser controlado, mas depois as chamas voltaram com mais intensidade. A Guarda Ambiental Municipal, equipe especializada da Guarda Civil Municipal, abriu um processo administrativo para apurar o caso e ouvir as pessoas envolvidas.

O secretário de Segurança Pública e Cidadania, Osmir Cruz, acrescentou que o carro de som praticamente já percorreu toda a cidade, com foco nos bairros que apresentam histórico de queimadas como as regiões agrícolas e de chácaras de veraneios, e também outros urbanos como Jardim Nova Palmares, Jardim das Figueiras, Parque Portugal, São Marcos e Jardim Jurema, que concentram matas nos arredores. "Por vezes o fogo começa com um descuido, como jogar uma bituca de cigarro acesa, e são essas pequenas atitudes que queremos focar para as pessoas ficarem atentas", ressaltou Cruz.

Para denunciar atitudes criminosas de incêndio, os telefones de emergência são 193 (Bombeiros), 199 (Defesa Civil), 153 e 3869-3535 (Guarda Civil Municipal).

Autor: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia